Feed on
Posts
Comments

Category Archive for '_O melhor de 2019'

Toda perda gera um luto. Podemos dizer que o mercado hoje vive o Luto Administrativo da Gestão. Surge novo Macro Modelo Administrativo e as pessoas estão na fase inicial do luto, que tem outras, definidas assim por alguns estudos da Psicologia: negação, raiva, depressão, negociação e aceitação. Vivemos hoje no mercado, claramente, a fase da […]

Read Full Post »

Não é incomum um cirurgião diagnosticar e operar. Porém, o ideal é que tenhamos dois profissionais: o que diagnostica; e depois o que opera. Temos na medicina um amplo leque de organizações que fazem exames. Igual aos legistas num crime. O legista dá um laudo, mas quem investiga é o policial, muitas vezes o legista […]

Read Full Post »

O que faz? A partir do cenário feito por um Futurista, analisa metodologias que viabilizem a competitividade de pessoas e organizações num cenário futguro. O que entrega? Uma metodologia de migração do antes e depois de determinada mudança de cenário. Seguido de um Mapa de Ações Estratégicas para manter o cliente competitivo. O que não […]

Read Full Post »

Definimos aqui o que entendemos como Transformação Digital. A Transformação Digital Bimodal parte de um Diagnóstico Competitivo da Era Digital, que aponta o surgimento de novo Macro Modelo Administrativo. Assim, Organizações Analógicas Tradicionais devem ter em mente os riscos e oportunidades que surgem no novo cenário. A Transformação Digital Bimodal, diferente da Unimodal, sugere a […]

Read Full Post »

Todo Profissional de Inteligência Competitiva deve entregar para seu cliente um Diagnóstico Competitivo e uma Metodologia de Reequilíbrio Competitivo . O que ocorre no mercado hoje, algum ponto de inflexão (de mudança de cenário) que possa ter impacto na competitividade do cliente. O Diagnóstico Competitivo deve apontar o Mapa das Forças com Impacto na Competitividade que […]

Read Full Post »

Tem algo de interessante sobre o tema “Transformação Digital“, pois todo mundo considera que está sempre se falando a mesma coisa. Transformação Digital, entretanto, é o que podemos chamar de Metodologia de Reequilíbrio Competitivo entre o mundo pré e pós digital. E a Metodologia depende do diagnóstico do que é a Era Digital. E como irá […]

Read Full Post »

A ideia de que o ser humano é espécie racional é falsa. O que temos de diferente é a capacidade de refletir sobre as nossas emoções e fatos. Uma pessoa que consegue lidar melhor com as emoções e os fatos é aquela que “muscula” a percepção. Somos seres reflexivos: “concentração sobre si próprio, suas representações, […]

Read Full Post »

Este é o quinto texto sobre o Livro “Abundância“, de Diamandis e Kotler na Oitava temporada das Leituras Compartilhadas, o primeiro livro da série, que será analisada em 2019. Existe no mercado hoje uma espécie de mania de se criar uma marca e fazer dela uma espécie de bandeira. Organizações Exponenciais é um bom exemplo. Uma […]

Read Full Post »

É comum se confundir causa de consequência. Explico um pouco isso neste artigo. Exemplifico com Organização Digital Curadora gera Fator Exponencial, se comparado a Organização Analógica Tradicional. O exponencial como fator de competitividade é o típico Falso Fator Causal. A visão de Abundância também segue esta linha. Uma série de medidas pode causar abundância, mas […]

Read Full Post »

Entende-se como Organizações que se utilizam do Macro Modelo Administrativo da Gestão. Se diferenciam das Organizações Digitais Curadoras, que já se utilizam da Curadoria – novo Macro Modelo Administrativo. O conceito Organização Analógica Tradicional faz parte dos Pilares Teóricos da EDPB. Share this…FacebookGoogle+TwitterLinkedin

Read Full Post »

Paradigma: modelo; padrão. Um conjunto de conceitos, pensamentos, que ajudam ao Sapiens a resolver problemas. Quando fatos ocorrem que não se encaixam nos antigos, temos uma Crise de Paradigma, num setor, numa região, num determinado processo. O que vivemos neste novo século, entretanto, é algo maior. A forma como pensávamos o Sapiens, a pergunta número […]

Read Full Post »

A Era Digital quebra a forma como pensávamos sobre várias coisas, mas principalmente sobre a essência do ser humano. Repare bem. A maneira que pensávamos o humano e a sociedade NÃO SE ENCAIXA com o que está acontecendo neste século. As mudanças ora em curso não foram previstas por nenhuma ciência humana, o que mostra […]

Read Full Post »

Dentro do que podemos chamar de estudos de Inteligência Competitiva Clássica, aplicada a qualquer cenário, temos que falar de Ponto de Inflexão. O estudo de um Profissional de Inteligência Competitiva é dedicado, basicamente, ao reconhecimento das forças conhecidas e desconhecidas. E a capacidade de Flexão (manter o cenário parecido) ou de Inflexão (alterar o cenário). […]

Read Full Post »

Antes mesmo do Digital, nos primórdios, dos primórdios já se praticava a Inteligência Competitiva, pois alguém refletia sobre as emoções para gerar mais valor do que os concorrentes. A especialização destes profissionais foi se dando, a partir da complexidade dos mercados. Nós aqui trabalhamos com o que chamamos de Profissional de Inteligência Competitiva Bimodal, que […]

Read Full Post »

Este é o quarto texto sobre o Livro “Abundância“, de Diamandis e Kotler na Oitava temporada das Leituras Compartilhadas, o primeiro livro que está sendo analisado em 2019. E aqui vamos ter nossa segunda grande discordância com os autores. Se temos um viés de escassez/pessimismo e passamos a ter viés de abundância/otimismo é sinal de que […]

Read Full Post »

Temos a fantasia que somos profissionais de assuntos e não de problemas. Isso não funciona, entretanto, muito bem em um mundo cada vez mais dinâmico e inovador. Temos que começar a nos habituar a nos ver como profissionais de problema. Qual é o teu Problema-Matriz Específico? Além disso, temos alguns Problemas-Matriz que são de ordem […]

Read Full Post »

Fomos educados para repetir ideias dos outros. O método Zeca Pagodinho: “deixa o conceito dos outros me levar”. Há uma insegurança em duas pontas: Ou eu não sei nada, sou um livro totalmente aberto; Ou eu sei tudo, sou um livro totalmente fechado. Não existe, entretanto, conhecimento científico que não seja feito em torno de […]

Read Full Post »

Este é o terceiro texto sobre o Livro “Abundância“, de Diamandis e Kotler na Oitava temporada das Leituras Compartilhadas, o primeiro livro que está sendo analisado em 2019. Há um alinhamento importante do Abundância com a Escola de Pensamento Bimodal: a referência da Crise Demográfica, uma força relevante a ser colocada na Equação do Futuro, que […]

Read Full Post »

Este é o segundo texto sobre o Livro “Abundância“, de Diamandis e Kotler na Oitava temporada das Leituras Compartilhadas, o primeiro livro de 2019. Como dissemos no texto de abertura, nossa missão aqui é alinhar, desalinhar ou realinhar com os conceitos da Escola de Pensamento Bimodal, de tal forma a aprimorar a visão de todos […]

Read Full Post »

Toda vez que tivermos uma Revolução Midiática Civilizacional o Sapiens viverá um Ciclo Abundante. As pessoas vão se empoderar de Mídia e virá uma nova Linguagem Midiática mais sofisticada que nos permitirá sofisticar o Macro Modelo Administrativo da sociedade. Se olharmos para trás é justamente isso que ocorreu. Há superação da Crise de Escassez provocada […]

Read Full Post »

Começo hoje as reflexões sobre o Livro “Abundância“, de Diamandis e Kotler da Oitava temporada das Leituras Compartilhadas, o primeiro livro de 2019. O objetivo das Leituras Compartilhadas é o de oxigenar a Escola de Pensamento Bimodal com autores contemporâneos que abordam temas correlatos. Na verdade, temos promovido com estas leituras três análises: O que […]

Read Full Post »

Um Profissional de Inteligência Competitiva Bimodal precisa se munir de novas ciências para poder praticar o seu trabalho. As mudanças atuais são tão profundas que é necessário um novo arcabouço teórico. Entre as novas Ciências está a Antropologia Cognitiva, estudo comparativo das mudanças de mídia ao longo do tempo para poder compreender a Era Digital […]

Read Full Post »

Um Profissional de Inteligência Competitiva Bimodal precisa se munir de novas ciências para poder praticar o seu trabalho. As mudanças atuais são tão profundas que é necessário um novo arcabouço teórico. Entre as novas Ciências está a Filosofia da Tecnologia, um novo ramo da Filosofia, que visa rever profundamente o papel das tecnologias para o […]

Read Full Post »

Há uma profunda revisão de paradigmas a ser feita nas Ciências Sociais para compreender a Era Digital. Algumas forças tais como o Aumento da Demografia e Novas Mídias, por exemplo, eram subavaliadas como agentes relevantes para macro mudanças do Sapiens. Entre as revisões necessárias será preciso reestruturar o que pensávamos sobre Administração. Podemos dizer que […]

Read Full Post »

Fenômeno atrelado a atual Revolução Midiática Civilizacional Digital, na qual Organizações Analógicas Tradicionais não conseguem: entender a dimensão da mudança; conseguir agir para se manter competitiva. Tal fenômeno está relacionado ao Big Bang Administrativo. O conceito Suícidio Organizacional é um dos Pilares Teóricos da Escola de Pensamento Digital. Faz parte do que chamamos de Macro Diagnóstico. Share this…FacebookGoogle+TwitterLinkedin

Read Full Post »

A Revolução Midiática Civilizacional está promovendo o maior Big Bang Administrativo da história do Sapiens, pois estamos migrando de uma espécie que baseou o seu Macro Modelo Administrativo pela Linguagem Sonora (Oral e Escrita) e agora estamos adotando a dos Rastros (Digital). Isso é uma disrupção no Macro Modelo Administrativo, alterando profundamente o DNA Administrativo […]

Read Full Post »

Inflexão quer dizer mudança da direção ou da posição normal; desvio. Vivemos hoje no mundo e no Brasil o que podemos chamar de Inflexão Cognitiva, que tem dois fatores distintos, mas articulados: O recontrole da Informação – de um modelo mais centralizado para outro mais distribuído, a partir dos novos Canais Midiáticos, o que provoca […]

Read Full Post »

Um dos principais problemas das pessoas que me procuram para a Formação Bimodal é tentar tirar leite de pedra da Gestão. Explico. Se fala em Uber, de Airbnb, etc e se acha que tudo isso é possível dentro do que vamos chamar do DNA Administrativo da Gestão. A Gestão, para nós, é um Ambiente Administrativo […]

Read Full Post »

Muita gente confunde Momento Bimodal com Organizações Bimodais. O Momento Bimodal é o diagnóstico que fazemos ao analisar que vivemos hoje dois Ambientes Administrativos distintos e incompatíveis. Isso é muito raro e rápido demais. Não existe Organização Bimodal, mas Organizações Analógicas Tradicionais, que podem ter uma Metodologia de Transformação Digital Bimodal. O Momento Bimodal é […]

Read Full Post »

De maneira geral, fazemos uma contradição entre Emoção e Razão, como se fosse possível ter uma Emoção Pura ou Razão Pura. Podemos dizer que o ser humano é regido pelas emoções o tempo todo e que consegue Refletir sobre elas. É o que chamamos aqui na Escola de Pensamento Bimodal de Reflexão Emocional. É exercício […]

Read Full Post »

Existe uma máxima dos que adoram agir sem refletir de que há de um lado a teoria e do outro a prática, como se fossem lutadores de boxe. Prática no senso comum é sinônimo de operacional. E teoria é de perda de tempo, daí vem a frase: “Na teoria é uma coisa, mas na prática…”. […]

Read Full Post »

É o resultado do trabalho do Profissional de Inteligência Competitiva Bimodal para as organizações. Em Geral, o Mapa da Transformação Digital irá traçar uma divisão: Mapa para a Gestão – projetos de inovação incremental e radical, dentro dos limites deste DNA Administrativo. com equipe específica dentro da organização; Mapa para a Curadoria – projetos de […]

Read Full Post »

Gestão é o Macro Modelo Administrativo do Sapiens que tivemos até a chegada da Era Digital. A Gestão se caracteriza pelo uso da Linguagem Midiática dos Rastros para promover o comando e controle dos processos e das pessoas. Hoje, se considera sinônimo Gestão de Administração. Para a Escola de Pensamento Bimodal a Gestão é um […]

Read Full Post »

Período de tempo iniciado, a partir da chegada de novo Aparato Midiático baseado em tecnologias digitais, a partir do final do século passado. As Eras Históricas, para a Escola de Pensamento Bimodal, são divididas pelo tempo do surgimento e massificada de cada Mídia, tal a influência que estas exercem no Sapiens. Tivemos no tempo, a […]

Read Full Post »

Uma Escola de Pensamento parte para ajudar a sociedade a lidar com um um Problema Complexo. Pessoas analisam o problema e acreditam que existe novas formas de pensar e agir sobre ele diferentes das tradicionais. E assim criam novas abordagens, que podem se constituir em Escolas de Pensamento. Cada Escola de Pensamento parte assim de […]

Read Full Post »

Problema Matriz da Escola

Toda Escola de Pensamento se une em torno de um problema complexo. A nossa não é diferente. Se organiza em torno do seguinte: “Como ajudar pessoas e organizações a lidar melhor com a chegada e massificação do mundo digital?” Problemas são dinâmicos, pois a cada vez que desponta vem de forma distinta e obriga a todo o arsenal de conceitos a […]

Read Full Post »

Pilar Filosófico Estruturante da Escola de Pensamento Bimodal. Pode-se definir como: “Forma de pensar o conhecimento em que há conceitos filosóficos estruturantes sobre determinado problema, mas estão abertos a experimentação, a dúvida e à revisão”. Certeza Provisória é um contraponto à: Incerteza Absoluta – em que sempre está se revendo tudo, sem bases filosóficos e […]

Read Full Post »

Existe duas formas de pensar o Digital: Fenômeno Social Único – algo que nunca ocorreu na história humana, inédito, como se uma nave com ETs pousasse em pleno final da Copa do Mundo; Fenômeno Social Recorrente – um fenômeno que já ocorreu na história de forma diferente, com a chegada e massificação de novas mídias. […]

Read Full Post »

Lembro bem do dia que li o livro “Cibercultura” de Pierre Lévy. Naquele momento, estava saindo da compreensão do digital como Fenômeno Social Único para Recorrente na história. Lévy é representante, mesmo que não assuma isso, da Escola Canadense de Comunicação (também conhecida como Escola de Toronto), que estuda há décadas as mudanças de mídia no passado. […]

Read Full Post »

Quando converso com muitos clientes e falo de Uberização (a implantação da Curadoria nos negócios), muita gente diz que não faz parte da “sua filosofia”. A filosofia dos negócios, das organizações, são os valores abstratos que conduzem os negócios. Podemos dizer que mudanças incrementais e radiciais são mudanças muito mas na forma de agir do […]

Read Full Post »

Vamos à etimologia. Transformar: criar nova formação, através de um método “Trans”.. Digital: conjunto de tecnologias midiáticas contemporâneas, que abre novas oportunidades de negócios. Assim, se há a passagem “Trans” de determinada formação para outra, é preciso definir um “mapa” da nova formação para se saber para onde se vai. O mapa é algo prático, […]

Read Full Post »

Na nossa concepção, vivemos hoje o raro fenômeno de dois modais administrativos diferentes. Assim, temos raro Ambiente Administrativo Bimodal. O Modal 1 é o da Gestão; O Modal 2 é o da Curadoria. São Ambientes Administrativos incompatíveis. Na Gestão, temos o comando e controle dos gerentes sobre pessoas/processos e a responsabilidade direta sobre a qualidade […]

Read Full Post »

Passei a chamar de Big Bang Administrativo, que é a Macro Crise Administrativa. Vivemos hoje uma macrocrise administrativa. Por causa do novo aparato de mídia, temos a oportunidade de experimentar novo Macro-Modelo Administrativo, que chamamos de Curadoria. A grande maioria das Organizações Analógicas Tradicionais pratica a Gestão, antigo Macro-Modelo Administrativo baseado no aparato de mídia passado. […]

Read Full Post »

O Sapiens é a única espécie do planeta que altera, de tempos em tempos, o seu Macro-modelo Administrativo. Nosso modelo é tecno; O das outras espécies, genético. O Macro-modelo Administrativo tem seu DNA formado pelo aparato de mídia: Canais – que define o controle da informação circulante; Linguagem – que define a forma de comando […]

Read Full Post »

O conceito disrupção significa interrupção do curso normal de um processo. Há algo novo, que permite que aquele processo seja mais adequado para resolver determinado problema, desafio, desconforto. “Disruptar”, assim, é aprimorar, de forma significativa determinado processo. Diria mais. Disruptar é alterar filosicamente determinado processo, revendo alguns paradigmas fortemente consolidados. É desconfiar de valores estabelecidos. […]

Read Full Post »

Um dos principais problemas que temos hoje é a nossa incapacidade de pensar de forma eficaz. Depois de muito estudar o Digital, acabei por construir uma tabela que me permitiu analisar este problema “como lidar com o novo mundo digital?”, mas que serve para qualquer outro. Eis os níveis na tabela abaixo: Note que um […]

Read Full Post »

Temos dito que para entender o que virá é preciso utilizar o Futurismo Dedutivo. Dedução significa rever paradigmas para reanalisar os dados e indução analisar os dados com os mesmos paradigmas. Existem algumas revisões necessárias, por exemplo, que o Sapiens é a única espécie do planeta que cresce demograficamente de forma conectada. Baratas e ratos […]

Read Full Post »

Vivemos hoje fenômeno macro-histórico muito raro: uma mudança disruptiva no DNA Administrativo do Sapiens. Quando se está em uma cooperativa de táxi, temos o DNA Administrativo da Gestão, que utiliza a Linguagem Midiática Oral e Escrita para praticar o comando e controle sobre pessoas e processos. O DNA Administrativo da Gestão tem determinada lógica interna […]

Read Full Post »

A base organizacional das sociedades é feita baseada nas Linguagens Midiáticas disponíveis. Quando criamos novas Linguagens Midiáticas, em função de novas Tecnologias disponíveis, podemos sofisticar o DNA Administrativo. Já tivemos as Eras Midiáticas: Era Oral – baseada na Linguagem Midiática dos Sons não registrados; Era Oral/Escrita – baseada na Linguagem Midiática dos sons registrados e […]

Read Full Post »

Dentro da análise da Escola de Pensamento Bimodal percebemos que há mudanças na Administração quando alteramos as mídias e, com ela, as linguagens. Novas Linguagens Midiáticas permitem a criação de novo DNA Administrativo. Podemos, assim definir DNA Administrativo pelas Linguagens Midiáticas existentes. A Gestão, por exemplo, modelo hegemônico até a chegada da Revolução Civilizacional Digital […]

Read Full Post »

Ambiente de Inovação é medido pela quantidade de mudanças que ocorrem em determinado momento ou lugar. Quanto temos poucas mudanças e previsíveis, podemos dizer que vivemos um Ambiente de Baixa ou Moderada Inovação; Quanto temos muitas mudanças e imprevisíveis, podemos dizer que vivemos um Ambiente de Alta Inovação. Quando vivemos na sociedade Revoluções Midiáticas Civilizacionais, […]

Read Full Post »

Tal fenômeno ocorre com a chegada e massificação de novas tecnologias que alteram a forma como nos comunicamos e nos informamos. Tais fenômenos provocam o que vamos chamar, de Terremoto Cognitivo, que ocorrem em duas etapas: Chegada de novas canais – que descentralizam a informação, provocando a passagem da escassez para a abundância – nesta etapa é questionado o […]

Read Full Post »

O conceito se encaixa em organizações que praticam o Modelo Administrativo da Gestão. A Gestão se organiza em torno da Linguagem Midiática Oral/Escrita e, por causa disso, precisa de um gestor e mantém o modelo de comando e controle direto sobre os processos e pessoas. O termo analógico sugere algo pré-digital, mas aqui se caracteriza […]

Read Full Post »

Vivemos hoje a Revolução Civilizacional Digital, a maior mudança administrativa da história do Sapiens. Pela primeira vez, estamos alterando, de forma disruptiva, o DNA Administrativo. Organizações Analógicas Tradicionais, até aqui, haviam sido concebidas para serem criadas e repetir processos, em Ambiente de Inovação Moderado. A Revolução Civilizacional Digital permite a criação da Curadoria – novo […]

Read Full Post »

Curadoria é o novo Macro-Modelo Administrativo do Sapiens possível, a partir do mundo digital. O processo de massificação da Curadoria é o que chamamos de Uberização. Na Curadoria, basicamente há alteração na forma , do comando e controle de pessoas e processos. Na Curadoria, não há a necessidade do mesmo número de gerentes do que […]

Read Full Post »

Vivemos tempos difíceis, pois o mercado não consegue entender a principal mudança que vivemos. Estamos promovendo o que chamamos de Revolução Midiática, que se desdobra numa Revolução Civilizacional, alterando de forma disruptiva o comando e controle administrativo a que estamos habituados. É a Curadoria – novo modelo administrativo sem gerentes e sem carteira assinada – […]

Read Full Post »

Um mundo mais dinâmico como teremos agora por diante, terá forte impacto na forma como pensamos e agimos sobre nossas profissões. Antes, ainda era possível que pudéssemos nos imaginar profissionais de assuntos, como engenheiros, jornalistas, médicos, etc. Não faz sentido pessoas, profissionais ou centros de pesquisa se dedicarem mais a assuntos. Ninguém é engenheiro, mas […]

Read Full Post »

Um dos principais temas para conseguir superar a dificuldade que temos de pensar e agir diferente é sobre realidade. A epistemologia é um campo dedicado só a este problema: o que é a verdade, a realidade e nossa limitação sobre ela. O senso comum que meus alunos trazem é de que a realidade existe lá […]

Read Full Post »

O principal desafio hoje é conseguir separar o desafio de digitalizar e uberizar. O mercado tem conseguido, não sem esforço, caminhar na direção da digitalização, que é a melhoria dos atuais processos, através de cada vez mais tecnologias digitais. É o que se chama de Transformação Digital, que seria melhorar de forma incremental, ou até […]

Read Full Post »

Temos nossa Comunidade Bimodal. O que nos une? Um problema: como entender e lidar com o mundo digital e ajudar os demais. Tudo que girar sobre estes temas interessa aos grupos. O que não está relacionado a isso, não ajuda. Hoje, com tanta informação é importante separar os grupos por interesses para que se possa […]

Read Full Post »

O conceito razão é um dos problemas que temos quando falamos de inovação e mudança, seja pessoal, seja organizacional. As pessoas pensam razão como se fosse um substantivo: “tenho razão”, “chegar à razão”. E se estabelece falsa dicotomia entre dois substantivos estáticos: emoção (não OK); razão (OK). O objetivo, assim, das pessoas ao procurar pensar […]

Read Full Post »

A resposta a esta pergunta define a estratégia de muita gente. Talvez, 90% das pessoas respondam que é um novo modelo de negócio e não administrativo. Temos a tendência de adotar o Futurismo Indutivo, que analisa os dados com os velhos paradigmas. O Uber, entretanto, só é possível, pois: Temos nova mídia mais descentralizada; Que […]

Read Full Post »

Ciência é a capacidade de refletir e agir, de forma mais eficaz, sobre determinado problema-foco. Se não tivermos um problema-foco não estamos fazendo ciência, mas alguma outra coisa: hobbie, vidência, lazer, etc. Podemos, assim, trabalhar diante de cada problema que enfrentamos de forma mais ou menos científica, de forma mais ou menos refletida. Fazer ciência, […]

Read Full Post »

Talvez, um dos grandes equívocos que existe por aí e acreditar que empreender é um ato isolado de algumas pessoas em direção a sua felicidade individual. A educação padrão nos ensina a ser servidos por alguém. Acredito que em outros países e muito no Brasil temos a ideia de que a sociedade nos deve algo […]

Read Full Post »

Futurismo é uma atividade intelectual que se propõe a criar cenários futuros para ajudar pessoas e organizações a tomar melhores decisões no presente. Veja definição do conceito aqui. É ferramenta fundamental e básica para um Profissional de Inteligência Competitiva. O futurismo, diferente da vidência ou astrologia, tem que se basear em fatores históricos comparativos, através […]

Read Full Post »

Recebi no Grupo Bimodal 6 a seguinte pergunta do Leandro Toledo: “Nepô, você acredita nesta sequência de provisões: “Peter Diamandis revela 49 previsões para os próximos 20 anos” Vou chamar de Futurismo Meia Boa, que me desculpe o Diamond, que colabora muito para o campo da inovação. Podemos dizer que temos duas formas de ver […]

Read Full Post »

Acredito que o principal personagem para promover a Transformação Digital nas Organizações é um Profissional de Inteligência Competitiva. O que temos que promover é a Transformação para a competitividade diante das mudanças do mercado (concorrentes e clientes) e não a Transformação puramente tecnológica. É a Transformação Por Causa do Digital, que tem provocado na sociedade […]

Read Full Post »

Todo o Profissional de Inteligência Competitiva Bimodal precisa optar por um método de análise para construir o Cenário Futuro e, a partir dele, desenvolver metodologias de apoio à pessoas e organizações para lidar com o Digital. De maneira geral, principalmente os americanos, têm usado o Método Indutivo de Análise sobre o Futuro. Se trabalha com […]

Read Full Post »

A grande dificuldade das Organizações Analógicas Tradicionais tem sido o vício, ao longo de décadas, de olhar apenas a oferta e quase nunca a demanda dos clientes. A oferta é sempre baseada naquilo que já existe e o aprimoramento dos produtos e serviços existentes. A oferta produz sempre inovações incrementais ou radicais, pois aprimora aquilo […]

Read Full Post »

Não existe nenhuma Escola de Pensamento que não precise estar o tempo todo se auto-oxigenando, a partir do contato com os fatos e os clientes, que nos trazem os recados da vida. Saiba mais sobre a Escola de Pensamento Bimodal aqui. Neste ano de 2019, temos percebido principalmente um grande problema emocional das pessoas para […]

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »

WhatsApp chat