Feed on
Posts
Comments

Category Archive for 'Web 2.0 e etc…'

Alarmista – quem costuma propagar notícias ou boatos alarmantes. apresenta gravidade, perigo; inquietante, que causa alarme, que sobressalta; assusta, aterroriza, gera “boatos, apresenta gravidade, perigo; inquieta. Este é o título provisório da minha crítica ao Harari. Vou melhorando com o tempo. Share this…FacebookGoogle+TwitterLinkedin

Read Full Post »

Harari começa assim o capítulo 1: “Os humanos pensam em forma de narrativas e não de fatos, números, ou equações e quanto mais simples a narrativa, melhor” (pg 21). Mais adiante vai defender que o mundo teve três narrativas a fascista, a comunista e a liberal. Mas há um erro aqui, que podemos chamar de […]

Read Full Post »

Existe um forte movimento dos tradicionalistas contra a uberização. O principal argumento é de que temos uma precarização do trabalho. Precarização pode ser definida como – processo que torna algo precário, diminuindo sua qualidade e eficiência; ineficiente, inseguro. O que estamos, na verdade, debatendo é a carteira assinada, vínculos empregatícios, que podem ter mais ou […]

Read Full Post »

Início esta semana minha leitura crítica do livro “21 lições para o século XXI” de Youval Noah Harari. Tenho feito leituras críticas de diversos livros com alguns objetivos: entender o que e por que faz sucesso no mercado; coletar para a nossa escola os conceitos e narrativas que somam; e entender que tipo de vertentes […]

Read Full Post »

Há palavras que precisam de outras para se tornar compreensivas. Aquecendo, por exemplo, é um verbo que não se explica sozinho. Aquecendo o que? Água? O corpo? O cérebro? Quem aquece, aquece alguma coisa. Transformação é a mesma coisa. Quem transforma, modifica uma forma para outra. Vejamos a definição de Transformação: qualquer alteração no estado […]

Read Full Post »

O mercado está com ilusão de que o grande barato da Transformação Mimimi Digital é “centrada no relacionamento com o cliente” ou no “profundo conhecimento do consumidor”. Pausa para a gargalhada. Note que o sapiens tem algumas leis que eram desconhecidas, foram descobertas e você precisa conhecer urgentemente: somos uma tecnoespécie e por isso podemos […]

Read Full Post »

O futuro pode ter duas características: Certo – quando a maior parte dos prognósticos está batendo; Incerto – quando a maior parte dos prognósticos não está batendo. Prever o futuro quando os fatos batem com os prognósticos é uma tarefa fácil. O problema é quando o futuro passa a ser incerto. E devemos nos perguntar? […]

Read Full Post »

É cada vez mais comum o pessoal confundir digitalização com uberização. Está tudo embutido no popular, mas vazio conceito Transformação Digital, que é a junção de dois substantivos que não se complementam. Transformação pede que se defina transformar para onde?. E digital é algo abstrato e novo, que não se consegue saber o que é. […]

Read Full Post »

Vivemos hoje no mercado grande anomalia: os fatos dizem uma coisa e as teorias, outra. Volta e meia muita gente com ar de sabedoria lança um conceito novo no ar para ver se cola. Um deles é a tal da economia compartilhada. É mais ou menos o mesmo erro que já cometeram de chamar a […]

Read Full Post »

Muito se fala no Digitalês Castiço em Transformação MIMIMI Digital . Um prefeito coloca impressora em seu gabinete e já faz uma palestra sobre a transformação digital nas cidades. Temos que entender que vivemos hoje uma grave anomalia no mercado: os fatos não batem mais com as teorias. Quando se fala Transformação Digital, o que […]

Read Full Post »

É preciso separar bem as coisas. Existe uma tecnologia que estamos chamando de Blockchain, que é basicamente a evolução do Napster, o também chamado P2P. Um tipo de ambiente digital, no qual se espalha os códigos por diferentes máquinas, na qual cada um é ao mesmo tempo cliente e servidor. E a outra que será […]

Read Full Post »

Vivemos hoje um fenômeno que podemos chamar de Cegueira Compulsiva. Cegueira é a incapacidade de enxergar e compulsiva, que seria imposição interna irresistível. Temos hoje a maior mudança civilizacional da história do Sapiens, precisamos mudar a filosofia das organizações e não conseguimos. Como não se entende o que precisa ser feito e tudo que indica […]

Read Full Post »

Share this…FacebookGoogle+TwitterLinkedin

Read Full Post »

Tenho dito que vivemos hoje, antes de qualquer coisa, uma crise de narrativas. O que Tio Kuhn chamou de momento de anomalia, da demanda por ciência extraordinária. É fato: a forma como pensamos o mundo tem defeitos que precisam ser revistos antes de qualquer coisas. Não podemos olhar para os novos fatos com as velhas […]

Read Full Post »

Leia o trecho a seguir que coletei no mercado esta semana: “Coleman Parkes Research realizou uma pesquisa com mais de mil executivos C-Level, sendo desses, 200 brasileiros e apontou que 76% acreditam que a companhia que representa está executando com sucesso a estratégia de transformação digital. Isso já é um sinal excelente!” A pesquisa tem […]

Read Full Post »

As pessoas estão misturando tomate com kiwi. 99,99% dos projetos da Transformação Digital visam digitalizar os antigos processos – o que não aumenta, como o mercado exige, a taxa de competitividade. Os estrategistas de plantão não conseguem perceber a chegada da nova Civilização 2.0 – na qual a grande novidade é a demanda do suicídio […]

Read Full Post »

Uma das principais descobertas dos estudos que temos feito aqui na Bimodais – Futurismo Competitivo é o efeito demográfico como fator causante das atuais mudanças. Tivemos nos últimos 200 anos um aumento exponencial de demanda um para sete bilhões de habitantes – o que nos obriga a mudanças exponenciais na oferta. E descobrimos que temos […]

Read Full Post »

Existe um mercado que passa meio batido nas discussões sobre o Digital, que é o das Ideias. Há uma disputa entre gurus, palestrantes, empresas de consultoria, autores para produzir e vender ideias para a sociedade. Há o mercado de ideias digitais com respectivas startups. Com a confusão dos clientes, desespero de não querer mudar, está […]

Read Full Post »

O grande problema que estamos enfrentando com o digital é o seguinte: Quem tem que promover as mudanças nas empresas são os gerentes; E as mudanças que precisam ser feitas passam por acabar com os gerentes. É quase como se você estivesse sugerindo a todos eles que têm que se suicidar profissionalmente. E talvez seja […]

Read Full Post »

Objetivamente, a coisa não tá funcionando. Não existe nenhuma empresa tradicional que seja líder de um novo mercado. Há uma barreira psicológica, a meu ver, que ainda não conseguimos superar. Vou listar aqui os 7 erros que identifico: 1 – considerar que as mudanças são apenas tecnológicas e não civilizacionais, de novo modelo de comando […]

Read Full Post »

Uberização é o termo popular para Curadoria. Uberização se caracteriza por uma nova forma de comando e controle. A forma de comando e controle é um mix de forma de decidir com modelo de comunicação disponível de cada espécie. É a forma escolhida por cada espécie para sobreviver – que podemos chamar de DNA de […]

Read Full Post »

Lembro como me marcou bastante um workshop que fiz num cliente. O objetivo era o de pensar a “uberização” do negócio. Lá pelas tantas, ficou claro o que deveríamos fazer. Uma mudança profunda na forma de resolver os problemas e um dos colaboradores, assustado, me disse: “Mas isso não tem a ver com a nossa […]

Read Full Post »

Precisamos entender que vivemos hoje dois movimentos distintos depois da chegada da Era Digital: A Evolução da Digitalização (note bem que coloquei um E na frente e não um R) – que é colocar novas tecnologias nos velhos processos, promovendo uma Reintermediação Operacional; A Revolução da Uberização – que é colocar novas tecnologias para criar […]

Read Full Post »

Vivemos hoje a maior crise administrativa da história humana. De maneira muito rápida: mudaram as tecnologias intermediadoras, que são a base dos modelos organizacionais existentes; a forma como pensávamos as organizações, os negócios e a sociedade não previram o que ia acontecer; todo o aparato conceitual dos negócios foi formado sem entender os fatores que […]

Read Full Post »

Empresas nada mais são do que reintermediadoras de mercados. Podemos dizer mais. Empresas nada mais são do que Tecno-Reintermediadoras de mercados. Há entre a demanda e a oferta alguém que promove a tecno-intermediação de produtos e serviços. Podemos dizer, assim, que todo o modelo organizacional está baseado nas tecnologias de intermediação disponíveis. Quando temos novas […]

Read Full Post »

Uma das grandes descobertas com os estudos da Antropologia Cognitiva é de que o Sapiens não evolui, mas se compatibiliza. Explica, Nepô! Por sermos uma Tecnoespécie, podemos crescer demograficamente, mas isso tem um custo. O crescimento demográfico aumenta a taxa de complexidade, o que nos obriga a promover de tempos em tempos Revoluções Civilizacionais. O […]

Read Full Post »

Uma Escola de Pensamento se organiza em torno de Núcleo Duro. O Núcleo Duro (o termo é do Lakatos) é aquilo que atrai as pessoas, de forma voluntária, que dizem: “eu me identifico com isso”. Um Núcleo Duro, adaptado aqui dentro da nossa escola, significa o que chamamos de Absurdo Filosófico. O que seria isso? […]

Read Full Post »

Olhe de outra maneira para o mercado. Pense que todas as organizações da sociedade são intermediadoras de algum tipo de produto ou serviço. Todas elas fazem algum tipo de inter-mediação entre um produto ou serviço e o cliente. Intermediar – Colocar de permeio; que está intercalado; intercalar: intermediar. Uma organização, assim, gera valor quando passa […]

Read Full Post »

No nosso diagnóstico, só existe uma forma de compreender as mudanças que a sociedade e os negócios vem passando: analisar a macro história e comparar com fenômenos similares. O fenômeno similar recorrente é: mudanças de mídia ao longo da história, que alteraram a civilização de forma marcante: gestos, oralidade, escrita e agora o digital. Os […]

Read Full Post »

Seria impensável que sua avó há 15 anos hospedasse um estranho num quarto vazio como faz a neta dela agora com o AirbBnb. A geração pré-digital precisava conhecer as pessoas pessoalmente para poder fazer negócios. Não havia outra alternativa Tecnocultural. As mídias pré-digitais (oralidade e escrita) tinham limite Tecnocultural nas trocas entre desconhecidos, o que […]

Read Full Post »

Toda Revolução Midiática tem forte impacto nas relações trabalhistas. A cada novo ciclo civilizacional descentralizador, provocado por Revoluções Midiáticas, é necessário que haja mais flexibilização e dinamização das relações de trabalho. Quanto mais gente houver no mundo, mais as relações trabalhistas terão que se dinamizar. Podemos, a partir disso, afirmar, por exemplo, que foi a […]

Read Full Post »

Conheça Nepotalks

Novo site dedicado a quem quer me contratar para palestras & Workshops. Share this…FacebookGoogle+TwitterLinkedin

Read Full Post »

A Revolução Midiática Digital é um fenômeno novo, muito pouco estudado pelas Ciências Humanas. Estamos sendo surpreendidos por fatos inusitados que não estavam nas teorias. Há, assim, um ajuste necessário no pensamento humano para que a Internet possa fazer sentido. É preciso estabelecer qual é a “química” que temos quando aumentamos a população e depois […]

Read Full Post »

Nós vivemos dentro de uma bolha conceitual, que os filósofos chamam de cosmovisões. Já teve tempo que todas as cosmovisões da sociedade consideravam que a terra era plana e girava em torno do sol. Assim, como nos ensina Thomas Kuhn – conheça mais sobre ele no link abaixo: A ciência vive de dois momentos: Normal […]

Read Full Post »

Pense numa empresa de forma bem diferente. Imagine uma empresa, ou qualquer organização da sociedade, como promovendo intermediações para o consumidor final: A padaria faz a intermediação do pão; A Petrobras faz a intermediação da gasolina; O táxi faz a intermediação de viagens. Estas organizações são intermediadoras, já que o consumidor precisa delas para resolver […]

Read Full Post »

Volta e meia inventam uns adjetivos que mais atrapalham do que ajudam. Economia Compartilhada, Criativa, etc… Diria que a origem é sempre um autor ou palestrante que quer vender livros ou palestras e procura um termo diferente para ser algo novo. Note que um adjetivo tem a função de complementar um substantivo para ajudar a […]

Read Full Post »

É bem comum se dizer que agora com a Internet cada pessoa vive em uma bolha informacional, que há um radicalismo maior por causa disso. Questiono ambos os argumentos. Vejamos. Todo ser humano vive dentro de uma bolha informacional, ontem, hoje e sempre. A bolha informacional será mediada fortemente pela mídia de plantão. Estamos saindo […]

Read Full Post »

O Sapiens não evolui: se compatibiliza com a complexidade demográfica. Esta pode ser uma das sínteses do esforço que temos feito no últimos 20 anos para entender o mundo digital e que aparece, pela primeira vez, no episódio “O Otimista Racional”, quando comentamos o livro do Matt Ridley. Note que a nossa espécie por ser […]

Read Full Post »

Todos os negócios são estruturados em cima de ambientes tecnológicos. Imagina uma cidade do interior que tem uma estação ferroviária e se faz ali diversos negócios por causa do trem. No momento, que se inaugura uma estrada para automóveis e o trem é desativado, todos os negócios baseados na linha férrea deixam de prosperar, certo? […]

Read Full Post »

Genótipo Civilizacional

No conceito de DNA da genética, que estamos importando, temos duas partes: Genótipo – composição genética de um indivíduo, mais frequentemente – aquilo que herdamos e é mais fixo; Fenótipo – manifestação visível ou detectável de um genótipo, aquilo que usamos do genótipo e é mais mutante. Fizemos uma importação dos conceitos para entender o […]

Read Full Post »

Peer-to-peer (do inglês par-a-par ou simplesmente ponto-a-ponto, com sigla P2P) é uma arquitetura de redes de computadores onde cada um dos pontos ou nós da rede funciona tanto como cliente quanto como servidor, permitindo compartilhamentos de serviços e dados sem a necessidade de um servidor central. O Uber não é P2P. O Uber tem uma plataforma […]

Read Full Post »

Se você colocar no Google Alerta a palavra “Uberização” receberá uma enxurrada de textos, geralmente de sindicalistas, mostrando o quanto estamos precarizando o emprego. Para um segmento grande da sociedade, só existem trabalhadores e não consumidores. Na maior parte dos textos e depoimentos, as pessoas falam em nome de um “uberizado explorado”, mas pouco conversam […]

Read Full Post »

Qual é o principal problema para que as organizações tradicionais possam compreender e atuar, de forma competitiva, dentro da nova Era Digital? A reposta é simples: aceitar a perda de status, poder, e. humildemente, começar tudo de novo. Note que as organizações tradicionais ganharam dinheiro, status, mercado, dentro de um modelo de intermediação, que era […]

Read Full Post »

Os estudos que temos feito sobre a civilização nos mostra que o sapiens é a única espécie que aumenta a população, de forma interdependente. Outras espécies podem até aumentar o número de membros, de forma isolada. A Complexidade Demográfica Progressiva, numa espécie interdependente, exige que tenhamos que nos reinventar de tempos em tempos, alterando os […]

Read Full Post »

Sem troca, não há ser vivo. Seres vivos trocam para sobreviver. Há trocas com o meio ambiente, com outras e com a mesma espécie – que definem formas de sobrevivência. Há uma adequação entre vários fatores, tais como: Complexidade demográfica (relativa a número de membros) e os modelos de interação e administração de cada espécie; […]

Read Full Post »

O DNA civilizacional

As trocas são o epicentro da espécie. Sem troca, sem sapiens. As trocas humanas são baseadas nas mídias disponíveis. Não há, portanto, trocas naturais, “puras”, mas sempre tecno-trocas. E, assim, novas mídias alteram as trocas, condicionando mudanças em toda sociedade. Podemos falar de trocas de baixa e de alta quantidade a depender do número de […]

Read Full Post »

O Google me responde o seguinte quando pergunto o que é uma escola: ” Escola – estabelecimento público ou privado destinado a ensino coletivo. “ Melhoremos o conceito. Antes da Internet, podíamos dizer que escola era: um espaço presencial – praticamente obrigatório, entre a vida infantil e adulta das pessoas; um espaço com tempo determinado, […]

Read Full Post »

Vivemos neste novo século o fim de um ciclo milenar da espécie humana. Ao atingir a marca de 7 bilhões, o sapiens chegou ao limite de um Macro-Modelo de Comunicação e Administração, que podemos chamar de Mamífero. O Modelo Mamífero é baseado nas mídias sonoras (oralidade e escrita/sons no papel/telas), que exige que um líder-alfa […]

Read Full Post »

No debate que estamos fazendo no Grupo Educação Bimodal da Escola saiu essa pergunta do Flexa Ribeiro: “Como conciliar o que é incompatível?”. Se entendermo que a Civilização 2.0 vem ocupando territórios e em luta em diversas fronteiras, podemos analisar o futuro no presente. Na linha do John Naisbitt, que disse que o futuro é […]

Read Full Post »

Podemos dizer que o avanço da Descentralização no novo século tem avançado em três modos: Melhoras nos antigos territórios – digitalização; Novos Territórios ocupados – uberização; Zonas em conflito – blockchenização. Isso se pode perceber não só pelos fatos, mas também pelo linguajar. Todo mundo domina a narrativa Uber, mesmo que não saiba a quantidade […]

Read Full Post »

O grande problema que temos hoje é de que o futuro é disruptivo. Temos um novo modelo de Comando e Controle – que pede uma nova Macro-Filosofia – e o que está hoje não vai continuar. Não é continuidade. Precisamos inventar formas de conseguir começar o novo, sem embolar e atrapalhar o antigo. No caso […]

Read Full Post »

Continuo dialogando com o Flexa: Podemos dizer que estamos criando uma nova Ideologia Civilizacional para a Era Digital, algo que sempre ocorre depois de Revoluções Midiáticas. Há alguns parâmetros filosóficos e teóricos, que devem ajudar a pensar as novas metodologias no geral e educacional. A nova Ideologia Civilizacional vai promover novos conceitos que permitam a […]

Read Full Post »

Ouve-se muito por aí que temos agora no mercado as tais Tecnologias Exponenciais. Isso a meu ver é um conceito MIMIMI, mais atrapalha do que ajuda, recomendo não usar e não basear nenhuma decisão relevante nele. Vejamos. Exponencial quer dizer: taxa de crescimento muito maior (geometricamente maior) se comparado a um antigo modelo menos exponencial. […]

Read Full Post »

Quero refletir um pouco sobre o que diz o Flexa. Ele diz que um dos obstáculos é o que ele chamou de Referencial/Parâmetro de Qualidade. Qualidade – grau negativo ou positivo de excelência. Ele fala de indicadores de qualidade de uma escola, mas vou preferir chamar de educação. E diz que há dois parâmetros, aqueles […]

Read Full Post »

Cada pessoa a mais no planeta traz a demanda de comer três vezes ao dia. Ponto. Quem questionar isso é maluco, bloqueia logo para evitar problema. Qualquer análise honesta e eficaz da sociedade humana precisa partir da fórmula básica da do que podemos chamar de Complexidade da Sobrevivência. Se temos uma tribo com 500 membros. […]

Read Full Post »

Tudo agora tem que ser inteligente. Mas o que é ser mais inteligente? Diria que o critério de inteligência é a capacidade individual de se tomar decisões melhores, a partir dos objetivos de cada um. Inteligência é a capacidade que temos de driblar nossas emoções e conseguir decidir de forma mais adequada a partir dos […]

Read Full Post »

O mundo está tornando as pessoas cada vez mais empresas. Você está sendo “startupetizado” cada vez mais. Estamos reintermediando as atuais organizações e criando grandes plataformas de micro-trabalhadores, o Uber é um bom exemplo, que só tende a crescer. E se você vai se tornar uma espécie de personal-empresa precisa aprender a viver no mercado. […]

Read Full Post »

Note que quando falamos em futuro, estamos projetando demandas que estão latentes hoje e que vão conseguir se expandir amanhã. O grande barato de Revoluções Midiáticas é que elas possibilitam que novas ofertas sejam oferecidas, a partir das novas tecnologias disponíveis. Assim, a pergunta que não quer calar, incluindo na área do Direito, é a […]

Read Full Post »

Os bancos nunca foram bancos. Sempre foram tecno-bancos, apenas nós não víamos isso. Quando aqueles bandidos dos filmes de cowboy entravam no banco, precisavam abrir o cofre para tirar cédulas de dinheiro. Note que o cofre e as cédulas de dinheiro são tecnologias. E que havia uma garantia para as pessoas guardarem seu dinheiro no […]

Read Full Post »

O Brasil tem um desafio no próximo século: resolver o problema da Qualidade Exponencial. Explico. Saltamos de 30 para 210 milhões de habitantes – sete vezes em 120 anos – e, se conseguimos, mal e porcamente resolver o problema da quantidade, ainda não superamos o problema da qualidade. Nosso principal problema é que somos importadores […]

Read Full Post »

Talvez uma das grandes contribuições do livro “Cisne Negro” do Taleb, seja a feroz crítica que faz ao efeito manada. Veja aqui o que tenho dito sobre o livro: As ideias hoje, principalmente na área de negócios, se disseminam na sociedade muito mais por quem diz do que propriamente pelo que se diz. O lógica […]

Read Full Post »

Não estamos falando da semana que vem, mas vamos projetar de 20 a 50 anos para frente. Falando de futuro do futuro. A Revolução Digital tem como grande objetivo, este é o nosso diagnóstico, permitir a Qualidade Exponencial. Que pessoas possam não só ter ofertas, mas que possam ser personalizadas no tempo, lugar, comodidade, idiossincrasias. […]

Read Full Post »

Já não é novidade, pois o Curely já tem algo parecido. Uma rede de médicos disponíveis para que você possa ser atendido quando e onde quiser. A vantagem da uberização dos médicos me parece ser: redução de custos com consultório; quebra de tempo e lugar; criação da reputação digital de cada médico. Muitos logo dirão […]

Read Full Post »

Vitória está orgulhosa de ter ganho o prêmio de cidade inteligente. O prêmio é Connected Smart Cities (Cidades Inteligentes e Conectadas) e defende a ideia: O Prêmio Connected Smart Cities consiste em reconhecer e premiar negócios inovadores que colaborem para que as cidades possam alcançar o patamar de ser uma cidade inteligente. Em parceria com […]

Read Full Post »

Os Bimodais não têm dúvida que o grande desafio de qualquer setor é conseguir a Qualidade Exponencial: qualidade na quantidade e qualidade na quantidade. E isso pode ser feito em três camadas: digitalização – que é manter o modelo atual com novas tecnologias – o que está bombando no mercado hoje; uberização – que é […]

Read Full Post »

Acredito que o principal problema é a palavra prever. Prever exatamente o que? Se trabalhamos em previsão de fatos, temos problemas, pois é papo de vidente; Se trabalhamos com previsão de tendências, percentuais e taxas, a coisa melhora – e muito. O Futurismo Factual, dia tal, tal coisa, fulano de tal vai ocorrer – não […]

Read Full Post »

Pressionados pela necessidade de atender cada vez melhor 7 bilhões de sapiens, conseguimos unir, pela primeira vez na nossa trajetória, duas linguagens distintas: a da comunicação e a econômica. Hoje, nas Plataformas Uberizadas cada pessoa tem uma espécie de valor acionário, que sobre e desce no mercado. Não temos mais neste novo século grandes organizações […]

Read Full Post »

Qualidade Exponencial é o grande objetivo da atual Revolução Civilizacional Digital. Conseguir superar a antiga barreira da Civilização 1.0, na qual NÃO se consegui ofertar produtos e serviços mais personalizados. Toda mídia nova que chega, a Macro-História demonstra isso, tem a capacidade de permitir que pessoas que não se conhecem possam trocar informações e negociar. […]

Read Full Post »

Fica cada vez mais evidente que não podemos deixar de lado o tema da explosão demográfica, como vemos nessa declaração: “O maior problema em 20 anos será o colapso da população. Não é explosão. Colapso.” – afirma o CEO da Tesla, Elon Musk, nesta palestra. Podemos dizer que uma das grandes novidades das reflexões sobre o digital […]

Read Full Post »

A Causa da Causa

Muitos cientistas admitem sempre que estudam um fenômeno e chegam a uma causa primária, mas não têm certeza que possa a ser a secundária. Explico. Matt Ridley, no livro “O Otimista Racional” estuda ciclos de aumento de trocas econômicas, que geraram prosperidade. Falo dele aqui: Aponta, assim, que quando há mais trocas, há prosperidade, criando […]

Read Full Post »

Older Posts »

WhatsApp chat