Uma tese de doutorado é um post que ficou longo demais - Nepôda safra 2011;

Demorou, mas como diz o filósofo da multidão, todo túnel chega ao fim, se você não parar no meio. ;)

Eis, então a tal tese.

(Agradeço a todos que me ajudaram, incluindo meus dois orientadores Rosali e Marcos.)

Não é agora que sou doutor que vou dizer que a tese é necessária.

Não acho que é.

Acredito que um doutorado pode ser feito com artigos e até com um blog, como já defendi por aqui.

A tese começou com uma ideia, passou para outra e acabou em uma terceira.

Minha vontade era de defender que a Internet está aí por causa do aumento da população, toco nisso, mas não chego lá.

Comecei a falar de macrocrise de informação e como não havia nada sobre isso, cumpri o papel de defender esse novo conceito na área.

Depois dele, poderia falar nas causas da macrocrise, mas já tinha quase 200 páginas e guardei munição para o pós-doc, que anda rondando aqui a minha cabeça.

Pois bem, ei-la em PDF.

Leiam em comentem.