Feed on
Posts
Comments

Category Archive for 'Filosofia 2.0'

A filosofia é uma ferramenta para o sapiens viver melhor. A filosofia, assim, é um rabo para que o “cachorro humano” seja mais feliz. A filosofia sugere perguntas estruturais para que possamos ir melhorando as respostas ao longo do tempo. O que importa na filosofia NÃO são os filósofos, a história deles, mas aquilo que […]

Read Full Post »

“Para entender uma situação desconhecida, lançamos mão de elementos conhecidos e, por causa disso, não conseguimos entendê-la.”– Proust; Vivemos hoje uma profunda crise do pensamento. Pensamos de forma inadequada, pois mudamos o ambiente, mas ainda não a nossa mentalidade. Nossa mentalidade foi preparada para um mundo menos inovador, menos mutante, menos conectado, com muito menos […]

Read Full Post »

“O homem está sempre disposto a negar tudo aquilo que não compreende.” – Blaise Pascal. Que estamos nos horizontalizando, todo mundo percebe. John Naisbitt fala isso no livro dele “Megratrends“, já em 1982. Falar da horizontalização como um sintoma é parte do desafio diante do enigma do digital. A principal barreira, entretanto, é identificar o […]

Read Full Post »

“Uma nova verdade científica não triunfa porque os que se opunham a ela veem a luz e saem convencidos, mas porque eles acabam morrendo e surge uma nova geração mais familiarizada com ela.” – Thomas Kuhn.  Todas as teorias sociais que temos sobre a sociedade se iniciam, a partir das respostas que conseguimos apresentar para […]

Read Full Post »

“Nenhum vento sopra a favor de quem não sabe para onde ir.” – Sêneca. Vamos estabelecer alguns, até então desconhecidos, padrões do sapiens: quando se aumenta a população há um processo gradual de massificação das pessoas. Mais gente significa, mais produtos e serviços. E isso nos leva, gradualmente e naturalmente, a ir, aos poucos, massificando […]

Read Full Post »

Para que serve a filosofia?

O Sapiens é uma espécie que tem, diferente das outras, uma alta taxa de autonomia instintiva. Outros animais sobrevivem do instinto. É da nossa essência sermos obrigados a aprender a sobreviver, através do aprendizado contínuo e da reflexão. A sobrevivência do Sapiens é resultado de escolhas, que podem ser conscientes, ou não. A filosofia deveria […]

Read Full Post »

Já vimos que um sistema filosófico é um espiral ascendente, em que cada uma das respostas nos leva mais para cima e novas perguntas surgem. São elas: Metodologia filosófica – como organizar o sistema filosófico? Existencial – Qual é a nossa essência? Ética – Como viver melhor, a partir da essência? Epistemologia – como saber o […]

Read Full Post »

Conceitos são ferramentas do pensamento humano criados para que tomemos decisões melhores. É da qualidade dos conceitos criados, articulados em uma narrativa, que vivemos melhor. Conceitos e narrativas precisam ter duas preocupações: –  Percepção – refletir os fatos; – Transmissão – transmitir o que se concluiu. Conceitos, em geral, são formados por duas palavras. Uma […]

Read Full Post »

Quando se conceitua, por exemplo, economia do compartilhamento se confunde conjuntura com estrutura. Absoluto com taxas. Expliquemos. O que é estrutural num fenômeno não varia. O ser humano é uma espécie que compartilha para sobreviver em grupos. Um ermitão numa cabana isolada compartilha menos. Uma pessoa que mora em São Paulo compartilha mais. Assim, não […]

Read Full Post »

As duas visões de liberdade

Podemos dividir a forma de responder ao “Quem somos?” de duas maneiras: Um sapiens com liberdade absoluta, ignorando a sua animalidade e, portanto, as demandas de sobrevivência; Um sapiens com liberdade parcial, que leva em conta a sua animalidade e, portanto, as demandas de sobrevivência. Podemos dizer que a liberdade absoluta nos leva às chamadas […]

Read Full Post »

Essência – aquilo que é o mais básico, o mais central, a mais importante característica de um ser ou de algo. Diria que são as características estruturais, que não se alteram nunca. Faz o contraponto a exterioridade, ao que é passível de mudança, conjuntural. Aquilo que se modifica. Quando analisamos uma borboleta podemos dizer que […]

Read Full Post »

Para que serve o conhecimento? Como saber que o que sabemos sobre algo é válido e adequado? Em geral, o conhecimento é vazio, pois não tem uma métrica. Antes de definir o conhecimento (na filosofia a área é a epistemologia), é preciso definir o propósito. Onde estamos e para onde vamos? E aí temos a […]

Read Full Post »

  Nossa querida tia Ayn Rand (1905 – 82) defendeu a ideia que o Sapiens é uma espécie, diferente dos outros animais, que tem alta taxa de liberdade para alterar o seu destino. Por causa da nossa maior liberdade genética, temos a OBRIGAÇÃO  de responder uma série de perguntas para poder sobreviver melhor. Tecnoespécies têm […]

Read Full Post »

Em primeiro lugar há uma falsa dicotomia entre teoria e prática. Teoria é análise do fenômeno. E esta análise traça uma rota para que se possa ir para o operacional. Assim, a verdadeira polarização não é teoria/prática, mas estratégia/operacional. Tanto a estratégia quando o operacional são atividades extremamente práticas! Nós somos, até aqui, a única […]

Read Full Post »

  O ser humano é a única espécie com destino geneticamente aberto. Não é a carga genética que define nossas escolhas. Podemos optar por ter filhos, ou não, casar, ou não, morar perto do mar ou nas montanhas. E definir que tipo de atividade profissional é mais adequada. O sapiens precisa fazer escolhas para sobreviver […]

Read Full Post »

WhatsApp chat