Feed on
Posts
Comments

Num mundo que se move a terabites por segundo, não serão os maiores que engolirão os menores, mas os mais rápidos que engolirão os mais lentos – Benito Paret – da coleção;

Bom, e chegou nem sei bem como o aviso que a Estante Virtual tem concorrente. A Estante é boa, mas anda meio parada, não inova, tem mil coisas que imagino para facilitar a minha vida lá (sou comprador frequente).

Aí, como todo o mercado que se preza, se o bicho não corre, alguém pega, mandei email para o pessoal do Livronauta e está aí uma entrevista para começar a falar deles com o empreendedor Giancarlo Rubio.

 

Segue:

A ideia do Livronauta surgiu a partir do sucesso da Estante?

A idéia foi anterior ao nascimento da Estante virtual em meados de 1995, mais não tivemos tempo e tecnologia suficiente para torná-lo realidade. Naquela época já existiam portais de livros usados no mundo inteiro  como o Iberlibro e a Abebooks, só faltava um no Brasil. Não podemos negar tambem que o sucesso da Estante Virtual nos fez ver o mercado com outros olhos e em Junho de 2010 iniciamos o desenvolvimento do Livronauta. Foram 6 longos anos de desenvolvimento, com uma equipe  qualificada e unida, até o lançamento em Janeiro de 2011.

Quantos sebos já estão na rede?

Hoje temos 207 sebos e livreiros e quase 1.5 milhão de livros, com esse número crescendo dia a dia.

Qual a mudança de conceito entre vocês e a Estante?

Nosso foco não é de ser apenas um portal de vendas de livros usados, oferecemos todas as ferramentas aos livreiros para que possam trabalhar adequeadamente com o livro. Todos os livreiros colaboram entre si no compartilhamento das informações bibliográficas,o que torna o precesso de catalogação extremamente ágil. Alem disso, nós gostamos muito do que fazemos e temos prazer em ver os livreiros satisfeitos. Nosso portal não oculta os dados do livreiros como telefone, endereço e email o que não permite que uma compra seja feita fora do portal. Com o surgimento do Livronauta vejo que muito deles recuperaram a auto-estima do seu sebo.

O que os usuários podem esperar de melhoria?

De ínicio usamos o modelo tradicional de venda, onde apenas fazemos a intermediação dela,  mas  estamos implantando uma política para garantir todas as transações, golpistas e picaretas, que são raros mais ainda existem, estarão fora do mercado nesse momento. Temos algumas outras idéias, mas que estão em fase de análise para ai sim serem divulgadas

E os livreiros?

Livreiros mais satisfeitos com o serviço do portal, que executem menos tarefas rotineiras do dia a dia e que possam gastar seu tempo em outras tarefas junta a a sua livraria ou ao cliente.

Vai ter espaço também para pessoas físicas venderem seus livros?

Até o momento não.

Acreditam que os sebos online baixam o preço dos livros no Brasil?

O valor do livro usado já é muito inferior em relação ao livro novo, e nem sempre o mais barato é o melhor ou mais bem conservado. Baixar o preço do livro significa tambem reduzir o ganho do livreiro, mais de certa forma a centralização dos preços, tende a aumentar o nível de comparação de preços. Dessa forma os clientes estão aptos a escolher o melhor custo beneficio e comprar de quem tiver a melhor oferta.


O que está no ar é tudo, ou vem mais coisa pela frente?

Temos muitas idéias novas, algumas que já estão em desenvolvimento e outras em fase de estudo. Viemos para assumir uma fatia do mercado dos portais de sebos.

 

Parabéns pela ousadia.

 

18 Responses to “Exclusivo: Livronauta é primeiro concorrente da Estante Virtual!”

  1. Giancarlo Rubio disse:

    Carlos:

    Obrigado pela entrevista, faltou apenas o link para o site http://www.livronauta.com.br

  2. adriano disse:

    Foram 6 longos de desenvolvimento, com uma equipe qualificada e unida, até o lançamento em Janeiro de 2011.
    foram 6 longos? o quê?

  3. Carlos Nepomuceno disse:

    Adriano, feito o ajuste, grato!

  4. Ricardo F. da Silva disse:

    Soube, hoje, que existe um concorrente para o estante virtual. Gostei daqui porque dão todas informações sobre os sebos e livreiros, como telefone e endereço. Já passei algumas situações boas, com telefone, e ruins, com e-mails. Acho até que após a transação, o pagamento, todos os dados dos sebos devem ser revelados. Nome,telefone e endereço devem ser revelados pelo menos. A Estante Virtual peca neste ponto porque exige muitos processos somente via internet. Gostamos de livros!

    Vou fazer parte do livronauta porque também sou comprador assíduo.

    Abraços,

    Ricardo
    Matemático e Físico

  5. ivair antonio gomes disse:

    fui um dos criadores do estante virtual. o Quarto sebo a participar do portal. HOje não sou mais livreiro (quanta saudades). O sebo Rani foi durante muito tempo um semeador da idéia dos livros em um único portal. Mas com o passar do tempo, a intransigência dos administradores do portal, e mesmo a ignorância em não saber que livro não é geladeira, e que há de se ter toda uma metodologia para a venda de tal produto. Foram tempos bons. Logo voltarei. Por ora, meus parabéns ao pessoal do novo portal Livronauta. Só não esqueçam, assim como os leitores são clientes dos sebos, os sebos são clientes do portal. olhei o site, ainda há que se aprimorar algo mais, conforme ficou descrito na entrevista. Meu nome é Ivair e moro em Florianópolis. Abraços e prosperidade.

    • Keila disse:

      Nossa! que ótimo! Alguém percebeu que os sebos são clientes e vendedores dos portais! Como se fosse uma parceria. Quando uma pessoa abre um Sebo tem a certeza que esta divulgando cultura, ajudando as pessoas a lerem e principalmente estudarem! Os livreiros não tem chefes, é um trabalho arduo, tanto de arquivo, cadastro, avaliações, compras e vendas, e nem sempre é lucrativo. Abomino funcionários de portais tratando esses profissionais como se fossem empregadinhos, ameaçando , tirando acervo e agredindo, alguns se empenham tanto em “vou fechar tua loja, pois tenho o poder” quando deveriam motivar, incentivar e apoiar! Como se fosse uma grande equipe de vendas. Os livreiros pagam hospedagem e comissões. No minimo, RESPEITO! O pior, se tiram seu acervo sem motivo por 27 dias, e não devolvem nem respondem a emails, acreditem e pasmem: Mesmo assim os boletos de cobrança da hospedagem são integrais, mais a comissão proporcional as vendas no periodo é ignorada. Acredito e quero acreditar que o Andre da EV não esta ciente disso! Pois é jovem, cheio de sonhos e duvido que só pense no dinheiro como os funcionarios demonstram para os livreiros. A soma de livreiros descontentes, esta enorme, e a livronauta ja demonstrou que alem de fone, tem o fator humano, que mais interessa a todos! bem vinda Livronauta. Seu crescimento será sempre uma grande vitoria para os livreiros! O resto a vida vai responder! Ivair, acredito que muitos parceiros gostariam que você voltasse e se puder nos procure, sim! Grande abraço aos Guerreiros Livreiros, pois acredito que dias melhores virão!!! Aliás, tenho certeza!

  6. ivair antonio gomes disse:

    Só para lembrar, logo após o surgimento da estante virtual surgiu o portal http://www.sebosonline.com.br...

  7. Marta Moraes disse:

    Viva o novo site. Estante Virtual já era.

  8. Felipe disse:

    olha, compro e vendo pelo livronauta. Eles não perdem em nada para o estantevirtual. Sem contatar q o atendimento deles é nota 10 !!! Os funcionários são tão atenciosos que me ligaram para me ensinar o passo a passo de cadastro. Vale apena conferir o site:

    http://www.livronauta.com.br

  9. sirleia disse:

    O que a Keila disse e tudo verdade, o pessoal da Estante Virtual pelo fato de ja ser bastante conhecidos no mercado, estao impondo regras absurdas para que livreiros que estao com acervos fora do ar voltem para o portal, dentre estes absurdos esta um que e sair de sites concorrentes, inclusive do Livronauta, entao este fato vem ilustrar bem a reportagem pois acredito que o Livronauta esta incomodando sim a toda poderosa Estante Virtual.

  10. Luis Freitas disse:

    Parabéns pela matéria! Acredito que há espaço para todos nessa área. Por isso, criamos a Companhia dos Sebos (www.ciadossebos.com.br), que está no ar desde janeiro de 2015. Os sebos e livreiros tem agora mais uma opção de ofertar seus itens. Não há cobrança por item vendido, os vendedores tem total acesso aos dados, não há cobrança por volume de vendas, etc. Outras informações poderão ser obtidas no próprio site, na aba Fale Conosco. Sucesso a todos!

  11. César Pedroso disse:

    Isto mesmo Keila, passei por situações semelhantes na estante virtual, concordo totalmente com você. Hoje vendo pelo Livronauta e estou muito satisfeito com o atendimento realizado pelo pessoal do suporte: humano, ágil e eficiente(Bem diferente da estante).

  12. Sebo Camobi disse:

    Hoje em dia há várias oportunidades. O Livreiro Online (www.livreiroonline.com.br), diferente do livronauta e estante virtual aceita cadastro de livros de pessoas físicas e pelo que vejo o portal está crescendo rápido. Há também o mercado livre que é mais geral, mas tem muita gente anunciando livros por lá.

Leave a Reply

WhatsApp chat