Feed on
Posts
Comments

O áudio do artigo

Os Mapas Mentais do Artigo:

Frases de Divulgação do Artigo:

  1. Uma coisa é inovar em Organizações Estabelecidas e outra, bem diferente, é inovar nas Organizações Emergentes, onde estão as Startups.
  2. Quando refletimos sobre um fenômeno, com as ferramentas da ciência, estamos, no fundo, nos desemocionando.
  3. Organizar o diálogo sobre determinado fenômeno significa classificar, conceituar, sistematizar e padronizar.
  4. Todo fenômeno relevante para o Sapiens demanda uma sistematização para que possamos lidar melhor com ele.
  5. Fato é que muito se fala em Inovação, mas pouco se organiza o diálogo em torno dela.
  6. A Inovação em Startups é, basicamente, a arte de separar o joio do trigo: o que vou introduzir de novo e o que vou aproveitar do antigo no meu campo de atuação.
  7. Quando nos referimos a Startups, na verdade, estamos nos referindo a Organizações Emergentes Disruptoras.
  8. Uma coisa é o processo da Inovação em Organizações Estabelecidas e outra, bem diferente, é feita nas Emergentes.

Vamos ao Artigo:

“Não foram os donos de carruagem que inventaram os carros.”Anônimo.

(Do Acervo dos nossos Conceituadores da Inovação Preferidos)

O papel principal de uma Ciência é ajudar o Sapiens a compreender e lidar com determinado Fenômeno.

Porém, para isso, é preciso organizar o diálogo.

Temos, assim nas Ciências as seguintes atividades:

  • Atividade Primária da Ciência – ajudar a entender e lidar com determinado Fenômeno;
  • Atividade Secundária da Ciência – organizar o diálogo sobre determinado Fenômeno para que possamos entendê-lo e lidar melhor com ele.

O objetivo da Bimodais é entender e ajudar a lidar melhor com o Fenômeno da Inovação.

Fato é que muito se fala em Inovação, mas pouco se organiza o diálogo em torno dela.

Nossa proposta é organizar a Ciência da Inovação, através da sistematização do diálogo sobre este Fenômeno.

Note que NÃO vamos aqui definir o que é Inovação como uma verdade para todos.

Mas fazer uma ABORDAGEM, a partir de várias escolhas que fizemos, do que a Bimodais considera o que é mais adequado em termos da compreensão e da melhor maneira de lidar com a inovação.

Temos uma Escola de Pensamento, que tem um Curador responsável (Carlos Nepomuceno) e é ele que tem a missão de propor uma Narrativa Conceitual.

Assim, será apresentada a visão do Curador, que é sempre avaliada, questionada e melhorada com o Diálogo Progressivo com os Bimodais.

Tudo que falarmos sobre inovação é, assim, o “nosso jeito”, o jeito Bimodal, de encarar o problema.

Já vimos aqui no desenvolvimento da Narrativa Progressiva Bimodal de que a Inovação pode ser dividida em Três Camadas Inovadoras:

  • Civilizacional – mais Espontânea, que se desenvolve na Macro História, a partir de mudanças em Forças Estruturais do Sapiens, a saber: demografia, mídias e novos Macro Modelos de Cooperação;
  • Organizacional  – mais Dirigida, que se desenvolve na Meso e Micro História, a partir de mudanças nas diversas formas cooperativas do Sapiens, em organizações de todos os tipos;
  • Pessoal – mais Dirigida, que se desenvolve na Micro História, a partir das mudanças individuais que cada um faz na sua vida.

O objetivo deste artigo é abordar a Camada da Inovação Organizacional.

Temos as seguintes divisões na Inovação Organizacional:

  • Organizações Estabelecidas;
  • Organização Emergentes.

Do ponto de vista da Inovação, está é a divisão que mais interessa, pois teremos pontos em comum e diferenciados, conforme o tipo de Inovação Organizacional, que estamos falando.

Há um erro no mercado quando se fala em Inovação ao embolar duas situações que são bem diferentes.

Fato é:

Uma coisa é o processo da Inovação em Organizações Estabelecidas e outra, bem diferente, é feita nas Emergentes.

Organizações Estabelecidas têm características, que vão ser relevantes no processo da Inovação:

  • têm rotinas já estabelecidas;
  • estabeleceram relações com clientes;
  • têm patrimônio;
  • têm uma Cultura Organizacional.

Organizações Emergentes têm características, que vão ser relevantes no processo da Inovação:

  • NÃO têm rotinas já estabelecidas;
  • NÃO estabeleceram AINDA relações com clientes;
  • NÃO têm AINDA patrimônio;
  • NÃO têm que gerar o que podemos chamar de Cultura Organizacional.

O que há em comum entre as Organizações Emergentes e as Estabelecidas?

  • compartilham, em alguma medida, da mesma formação cultural da sociedade;
  • e herdam uma visão similar da Cultura Organizacional vigente.

Quando queremos abordar o tema Inovação para Startups, é  preciso separar dois tipos de Organizações Emergentes:

  • Organizações Emergentes Incrementadoras – aquelas que vão mais imitar do que se diferenciar das Organizações Estabelecidas;
  • Organizações Emergentes Disruptoras  – aquelas que vão mais criar do que se imitar as Organizações Estabelecidas.

Quando nos referimos a Startups, na verdade, estamos nos referindo a Organizações Emergentes Disruptoras.

Há dois grandes desafios na Inovação das Organizações Emergentes Disruptoras:

  • se livrar de alguns aspectos da Cultura Organizacional vigente para poder fazer algo diferente;
  • e adotar alguns aspectos da Cultura Organizacional vigente para criar a sua própria Cultura Organizacional.

A Inovação em Startups é, basicamente, a arte de separar o joio do trigo:  o que vou introduzir de novo e o que vou aproveitar do antigo.

Papo Bimodal.

Quando falamos de Inovação Organizacional é aquela praticada por uma ou mais pessoas.

Há vários tipos de Organizações mais formais ou informais.

Mas são Organizações.

Organizar é:

“Dar determinada ordem a; dispor de forma ordenada; arrumar, ordenar.
“o. uma biblioteca” // conformar(-se), estruturar(-se).”
Não existe organização isolada.

Uma pessoa não é uma organização.

Uma pessoa precisa se organizar e quando se organiza com mais pessoas cria algum tipo de organização, mesmo que seja informal.

Assim, é mais fácil e adequado denominar a Camada Inovadora Intermediária de Camada Inovadora Organizacional, deixando claro que abrange qualquer tipo de organização feita por um ou mais pessoas.

Podemos dividir as organizações, a partir daí, com ou sem fins lucrativos.

Mais formais ou mais informais.

É isso, que dizes?

Quer sair de Matrix e não sabe onde comprar a pílula vermelha? Me manda um Zap: 21-996086422 (Nepô, quero sair de Matrix!)

Está começando a nona imersão (de janeiro a julho de 2023) – não perca! R$ 700,00 no Pix!

Compre meu livro Administração 3.0, autografado: https://bit.ly/adm30autografado

GRIFOS EM NEGRITO: CONCEITOS BIMODAIS

GRIFOS EM NEGRITO: CONCEITOS BIMODAIS, QUE JÁ CONSTAM NO GLOSSÁRIO DO LIVRO “CIÊNCIA DA INOVAÇÃO”, QUE ESTÁ EM DESENVOLVIMENTO E JÁ DISPONÍVEL PARA OS BIMODAIS.

GRIFOS EM ITÁLICO COM PARÁGRAFO RECUADO: FRASES QUE SERÃO USADAS NO NOVO LIVRO E/OU NA DIVULGAÇÃO DOS ARTIGOS.

GRIFOS EM NEGRITO COM AZUL E ROXO: SÃO PARÁGRAFOS, QUE CONTÊM CONCEITOS NOVOS E VÃO SER INCORPORADOS NO GLOSSÁRIO DO LIVRO “CIÊNCIA DA INOVAÇÃO”, QUE ESTÁ EM DESENVOLVIMENTO E JÁ DISPONÍVEL PARA OS BIMODAIS.

GRIFOS EM ITÁLICO E VERMELHO: SÃO PARÁGRAFOS, QUE CONTÊM CONCEITOS ANTIGOS E VÃO SER INCORPORADOS NO GLOSSÁRIO DO LIVRO “CIÊNCIA DA INOVAÇÃO”, QUE ESTÁ EM DESENVOLVIMENTO E JÁ DISPONÍVEL PARA OS BIMODAIS.

GRIFOS EM NEGRITO E VERDE: NEOLOGISMOS BIMODAIS PARA MELHORAR A NARRATIVA E VÃO SER INCORPORADOS NO GLOSSÁRIO DO LIVRO “CIÊNCIA DA INOVAÇÃO”, QUE ESTÁ EM DESENVOLVIMENTO E JÁ DISPONÍVEL PARA OS BIMODAIS.

GRIFOS EM NEGRITO E MARROM: ITENS QUE SERÃO INCLUÍDOS NO NOVO LIVRO “CIÊNCIA DA INOVAÇÃO”, QUE É A NARRATIVA PROGRESSIVA BIMODAL, QUE ESTÁ SENDO EDITADA NO GOOGLE DOCS.

GRIFOS EM NEGRITO E LARANJA: SÃO REGRAS DE CAUSA E EFEITO QUE VÃO SENDO DESCOBERTAS AO LONGO DO NOSSO PROCESSO DE TRABALHO E SÃO INCLUÍDAS NUMA ÁREA ESPECIAL DA NARRATIVA PROGRESSIVA BIMODAL.

GRIFOS EM NEGRITO E ROSA: SÃO AS PROJEÇÕES BIMODAIS E VÃO SER INCORPORADOS EM ALGUM TÓPICO DO LIVRO “CIÊNCIA DA INOVAÇÃO”, QUE ESTÁ EM DESENVOLVIMENTO E JÁ DISPONÍVEL PARA OS BIMODAIS. 

Leave a Reply

WhatsApp chat