Uma discussão sobre sites abrigadores e agregadores.

Converso  com um amigo por fone.

E chegamos ao “x” da questão de novos projetos Web.

Abrigar ou Agregar?

Antes que o pessoal ache que estou defendendo a liberação da maconha e já praticando, explico.

Hoje, um projeto tipo Flickr é um repositório de fotos (que abriga), que permite que se criem projetos baseados naquelas fotos (que agregam), veja no link uma seleção de projetos baseados em agregadores para o Flickr.

E um exemplo concreto abaixo:

hélice de fotos do Flickr sobre a Europa.

Um exemplo de um projeto que agrega: hélice de fotos do Flickr sobre a Europa.

Se você, por exemplo, está com idéia de desenvolver um projeto (que abriga) saiba que a praia das redes sociais já está meio lotada, as grandes oportunidades agora, a meu ver, estão no agregamento.

Os abrigadores (Flickr, Orkut, Youtube) foram os pionerios, os primeiros escaladores do Everest da camada do compartilhamento das redes sociais.

Eles fazem parte da nova camada inteligente da Web sobre ela, uma nova camada já está começando: agregar em cima de quem abriga.

Digamos que a Internet já foi:

  • Máquinas com comandos Unix sobre o protocolo TCP-IP;
  • A camada dos ícones, do HTML e do HTTP, com sites e portais;
  • A camada das redes sociais;
  • E estamos entrando no mundo dos agregadores e do RSS.

Veja um texto que abordo o declínio da URL e a massificação do RSS.

Assim, os agregadores têm muito mais capacidade, flexibilidade, usabilidade que qualquer serviço isolado.

Resolvem o problema dos abrigadores, que estão presos a uma URL, a um login e uma senha.

O usuário, entretanto, quer liberdade para publicar aonde quiser!!!

Eu já tenho um blog em um endereço, estar no Orkut, no Flickr, mas isso tudo está nos deixando isolados, com pouca relevância, precisamos agora juntar os cacos.

O WordPress na barra lateral, já tenta fazer algo parecido, veja do lado do meu blog, tenho minhas fotos, meus vídeos, meus links, meus livros, meus slides, etc…

É um agregador…

Ou seja, queremos liberdade, mas com relevância e coerência.

É necessário agora agregar a minha participação!!!

O Me adiciona caminha nessa direção, seria um agregador de  endereços na Web .

A nova camada, baseada em referências em cima da URL, tais como APIs e RSSs, criará serviços em cima das redes sociais, que passarão a ser, os neos-protocolo TCP-IP.

Estamos a procura de mega-agregadores que possam colocar no mesmo local minha vida virtual, que, independente, aonde publico, estou unificado, através de um lugar que “me reúne”.

As ferramentas para isso começam a aparecer.

Se você vai começar a pensar em montar um projeto Web, reflita se vale à pena abrigar ou agregar, não esqueça que

Em praia lotada, malandro não monta barraca…

:

Concordas?

Concordas?