Sendo todas as coisas causadas e causadoras, ajudadas e ajudantes, mediatas e imediatas, e todas elas mantidas por um elo natural e insensível, que interliga as mais distantes e as mais diferentes, considero impossível conhecer as partes sem conhecer o todo, assim como conhecer o todo sem conhecer, particularmente, as partes”, Pascal.


Não me sai da cabeça a pergunta que um gerente da Transpetro me fez durante uma palestra: “Como lidar com a ansiedade da informação?”.

Ansiedade da Informação

Ansiedade da Informação

Respondi, na época que seria importante perceber que temos dois tipos saber quem acompanhar. Saber escolher aqueles que conseguem separar o joio do trigo.

Continuo acreditando nisso, o que é um eterno processo de seleção.

Há pensadores que conseguem identificar em cada fenômeno, cada novo projeto, site, programa, colocando-o em um devido contexto.

São o que Edgar Morin chama dos cabeça bem-feita.

Cabeça-feita

Cabeça-feita

Ele considera que a nova escola deveria estimular a todos uma formação para capacitá-los a ter o que ele chama de conhecimento pertinente.

Aquele que é capaz de “situar qualquer informação em seu contexto e, se possível, no conjunto em que está inscrita”.

Para ele, o conhecimento progride não tanto por sofisticação, formalização e abstração, mas, principalmente, pela capacidade de contextualizar e englobar.

Assim, para ele, temos dois tipos de reflexão hoje em dia, os cabeça-cheia e os que tem a cabeça-feita.

Os primeiros têm o saber acumulado, empilhado, e não dispõe de um princípio de seleção e organização que lhe dê sentido.

Os outros, os cabeça-feitas, por outro lado, conseguem ter:

- uma aptidão geral para colocar e tratar problemas;

- princípios organizadores que permitam ligar os aberes e lhes dar sentido.

Quando vemos a avalanche que temos todos os dias com milhares de mensagens de e-mails, twitters, novos posts de blogs que acompanhamos, na verdade, vemos o quanto nossa cabeça anda mais cheia do que feita.

O que me faz pensar todos os dias sobre a minha prática de estar por dentro das coisas.

Um livro com o do Morin “A cabeça bem-feita” colabora bastante para evitar ansiedades desnecessárias.

Cabeça bem feita - Edgar Morin

Cabeça bem feita - Edgar Morin

Que pensas?