Feed on
Posts
Comments

Futurismo é uma atividade intelectual que se propõe a criar cenários futuros para ajudar pessoas e organizações a tomar melhores decisões no presente.

Veja definição do conceito aqui.

É ferramenta fundamental e básica para um Profissional de Inteligência Competitiva.

O futurismo, diferente da vidência ou astrologia, tem que se basear em fatores históricos comparativos, através da análise de causas e consequências das diferentes forças para a construção de cenários.

Acredito que podemos separar dois tipos de futurismo:

  • O futurismo indutivo – baseado em cenários futuros estáveis, incrementais, que analisa sob os mesmos paradigmas. Ou seja, o mapa das forças continua permitindo bons prognósticos;
  • O futurismo dedutivo – baseado em cenários futuros instáveis, disruptivos, que analisa sob novos paradigmas. Ou seja, o mapa das forças não permite mais bons prognósticos.

No momento atual, um Profissional de Inteligência Competitiva precisa adotar o Futurismo Dedutivo para poder realizar melhor os prognósticos.

De maneira evidente, a força “nova mídia” estava mal avaliada, necessitando revisão do seu impacto na sociedade.

O Futurismo Dedutivo, obviamente, permite que surja diferentes Escolas de Pensamento. A Escola de Pensamento Bimodal, reavalia o poder das tecnologias na sociedade e da mídia em particular.

E permite estabelecer novas relações entre a chegada da nova mídia, com ela, de nova linguagem, o surgimento de novo modelo administrativo, aliando estas forças com o aumento demográfico progressivo.

O conceito “Futurismo Dedutivo” faz parte dos Pilares Estruturantes da Escola de Pensamento Bimodal.

Se você quiser conhecer mais nossa comunidade aberta ou nossas atividades exclusivas, me manda um zap – 21-99608-6422.

Veja a opinião de quem já participou do nosso curso básico:

8 Responses to “O que é Futurismo Dedutivo?”

  1. […] esforço da Escola de Pensamento Bimodal é o de introduzir o Futurismo Dedutivo para compreender o novo século, revendo a força que a demografia progressiva, as tecnologias, a […]

  2. […] A Transformação Digital Unimodal –  com enfoque tecnológico  hegemônica no mercado, no qual o modelo administrativo continua o mesmo, turbinado por novas tecnologias, Aqui temos o resultado do Futurismo Indutivo; […]

  3. […] A Escola de Pensamento Bimodal trabalha com ferramental de análise que vamos chamar de Futurismo Dedutivo. […]

  4. […] Curadoria só é possível de ser percebida se utilizamos o recurso do Futurismo Dedutivo, base conceitual da Escola de Penamento […]

  5. […] Nestes casos, o PIC precisa utilizar novo ferramental de análise que chamamos aqui de Futurismo Dedutivo e não o Futurismo Indutivo. […]

WhatsApp chat