Feed on
Posts
Comments

Category Archive for 'Digital para Empreendedores'

No debate que estamos fazendo no Grupo Educação Bimodal da Escola saiu essa pergunta do Flexa Ribeiro: “Como conciliar o que é incompatível?”. Se entendermo que a Civilização 2.0 vem ocupando territórios e em luta em diversas fronteiras, podemos analisar o futuro no presente. Na linha do John Naisbitt, que disse que o futuro é […]

Read Full Post »

Uberizar significa: plataformas que unem fornecedores e consumidores, que se auto-avaliam o tempo todo; que não há vínculo dos fornecedores com a plataforma, a não ser percentuais das vendas, num grande shopping center; que o centro não inclui produtos ou serviços, apenas acolhe os que os fornecedores colocam. Plataformas uberizadas têm, assim, um modelo de […]

Read Full Post »

Vou chamar a filosofia para ajudar na área de negócios. Essência – é aquilo que se é por natureza; Consequência da Essência – é aquilo que ocorre por causa da natureza. Vejamos o caso do McDonald, bem retratado no filme, que tem no Netflix, Fome de Poder. O McDonald resolveu adotar o que hoje chamamos […]

Read Full Post »

Hoje, entra no ar minha terceira participação no Resumocast, a convite do maravilhoso Gustavo Carriconde. Foram três episódios, que formam um curso completo sobre uma nova visão sobre o digital, a partir da nossa escola Bimodal. Uma sugestão de ordem: A ESTRUTURA DAS REVOLUÇÕES CIENTÍFICAS – THOMAS KUHN; CIBERCULTURA – PIERRE LÉVY; ADMINISTRAÇÃO 3.0 – […]

Read Full Post »

De maneira geral, o mercado enxerga a necessidade de digitalizar, mas não de uberizar. É natural. Vivemos hoje uma Revolução Midiática da qual se entende muito pouco. Revoluções Midiáticas vêm para equilibrar as forças das demandas com a das ofertas, através de profundas mudanças administrativas na sociedade. Toda vez que temos Revoluções Midiáticas saímos de […]

Read Full Post »

Inovar (verbo transitivo) – introduzir novidade em; fazer algo como não era feito antes, tornar novo; renovar, restaurar. Muito se fala em inovação como um verbo intransitivo que não pede complemento. “Estou inovando” passa a ser verbo intransitivo. Navegando por navegar, ou cantando por cantar. Diferente de navegar para levar banana para Paquetá ou cantar […]

Read Full Post »

Quando um profissional ou um empreendedor pensam em entrar no mundo digital, sem carteira assinada, ele pode ir para o Uber. O Uber vamos chamar de Uberização Fechada, de baixa criatividade. Por quê? O motorista não precisa muito pensar sobre o que fará, pois o pacote está fechado. É algo parecido com uma micro-franquia. Há […]

Read Full Post »

Tenho defendido aqui a tese de que o mercado tradicional vive um momento de histeria diante das novidades do novo século. As pessoas estão emocionalmente abaladas pela revolução que os clientes e concorrentes estão passando. Há uma infantilização enorme nas decisões – o medo do desconhecido leva a isso. Organizações, que sempre tiveram capacidade competitiva, […]

Read Full Post »

A uberização flexibiliza as relações trabalhistas. É uma demanda da sociedade para mais agilidade diante da nova complexidade. O que há é um aumento geral da taxa de autonomia empreendedora. O Uberizado é muito mais empreendedor do que o antigo empregado da carteira assinada. É o empregado 3.0, pois trabalha numa plataforma fechada, que exige […]

Read Full Post »

Temos um grande desafio neste novo século. Crescemos demograficamente e agora cada pessoa precisa dar um upgrade psicológico para viver num mundo mais compatível com a atual complexidade. Revoluções Midiáticas têm essa função: nivelar a complexidade demográfica com a nossa capacidade individual e coletiva para lidar com ela. Há hoje um desnível da seguinte forma: […]

Read Full Post »

Histeria: “Comportamento caracterizado por excessiva emotividade ou por um terror pânico”. Muita gente diz que o mercado é infalível sempre. Mais ou menos. Há momentos em que a Histeria Coletiva toma conta. Sugiro assistir dois filmes, que ilustram claramente estes momentos: A Grande Aposta (que tem no Netflix); A Caça de Madoff. Nos dois momentos, […]

Read Full Post »

Todo mundo fala de inovação, de internet das coisas e de Inteligência Artificial nos Congressos Digitais da Cracolândia, onde se vende muita emoção sem nenhuma reflexão. Todo mundo sai doidão dos eventos digitais, mas não se sai do lugar do ponto de vista competitivo. Organizações Tradicionais se acostumaram a fazer estratégias competitivas para ambientes estáveis, […]

Read Full Post »

Empresas se acostumaram com a cabeça de meta diária, mensal e, no máximo, anual. É preciso bater meta sempre – isso é a alma de qualquer negócio – porém quem faz a meta acontecer, nunca esqueça isso, é o cliente. E se os clientes, principalmente os mais jovens, estão migrando para outros concorrentes com outros […]

Read Full Post »

Muito se fala em foco no cliente. E cria-se a ideia que vai se aumentar o diálogo com os clientes digitais, cada vez mais maduros e, por causa disso, exigentes. Se o diálogo organizações tradicionais-clientes fosse um campeonato de salto de vara poderíamos dizer que o sarrafo subiu de 2 para 5 metros. O desafio […]

Read Full Post »

O diagnóstico aqui é claro: Revolução Midiática Civilizacional, motivada pelo aumento demográfico, que tem como megatendência aumentar o poder de decisão das pontas (cliente/cidadão, fornecedor). Uma nova mídia mais descentralizada, que se massifica tem duas camadas e consequências distintas: Novos canais – que nos tiram da escassez e nos jogam para o cenário da abundância […]

Read Full Post »

WhatsApp chat