Feed on
Posts
Comments

Por que criamos uma Escola de Pensamento?

Escolas de Pensamento são comuns ao abordar problemas mais complexos.

Veja que:

  • Na Educação existem várias: Piaget, Montessori, Paulo Freire, entre outros;
  • Na Psicologia, idem: Freud, Lacan, Jung, etc.;
  • Na Economia: de Chicago, Austríaca, Keynesiana, Marxista.

São formas distintas para lidar com determinado problema, que partem de filosofias diferentes e nos levam a teorias e metodologias discrepantes.

Assim, todo debate sobre um problema, quando vai se sofisticando, tende a formar Escolas de Pensamento.

Por que uma Escola de Pensamento sobre o Digital?

A compreensão do Mundo Digital tem se tornado peça-chave para o sucesso de qualquer empreitada em qualquer área para qualquer pessoa ou organização.

É preciso definir bem, antes de agir, o cenário para, só então, partir para a ação, através de uma metodologia que foi chamada de “Transformação Digital”.

Porém, quando se fala em Transformação Digital é preciso saber qual é a Escola de Pensamento temos por trás para saber do que estamos falando exatamente.

Há uma espécie de pensamento único no mercado de que há apenas uma filosofia, uma teoria e uma metodologia única e que todos falam mais ou menos a mesma coisa, quando o assunto é Transformação Digital.

Isso está equivocado.

A Escola de Pensamento Bimodal trabalha com ferramental de análise que vamos chamar de Futurismo Dedutivo.

O mercado. por outro lado, tem optado de forma hegemônica a trabalhar com o Futurismo Indutivo.

O Futurismo Dedutivo permite diagnosticar que vivemos um Ambiente Administrativo Bimodal.

O Futurismo Indutivo só consegue diagnosticar o Ambiente Administrativo Unimodal.

Por causa disso, temos duas propostas de metodologias distintas no mercado a:

  • Transformação Digital Unimodal – da Gestão para a Gestão, alterando apenas tecnologias;
  • Transformação Digital Bimodal – da Gestão para a Curadoria, alterando tecnologias e o modelo administrativo.

Vejamos o diferencial das duas Escolas de Pensamento que temos hoje sobre o Digital:

O tema da Escola de Pensamento Bimodal faz parte da Formação Bimodal inaugurada em 2018.

Convidamos a todos, que querem participar da formação, basta me mandar um Zap – 21-996086422.

Veja o depoimento dos nosso formandos:

45 Responses to “Escola de Pensamento Digital Bimodal”

  1. […] são temas que temos trabalhado na Escola de Pensamento Bimodal, que reúne diversas atividades, desde grupos abertos e gratuitos e pagos para […]

  2. […] Escola de Pensamento Bimodal, da qual sou o curador, tem optado por rever a relação das seguintes forças da sociedade: […]

  3. […] Escola de Pensamento Bimodal, da qual sou Curador, tem se esforçado por trazer um pensamento mais científico diante do problema […]

  4. […] Escola de Pensamento Bimodal procura, assim, ajudar a sociedade a pensar e agir melhor diante do digital, através do Futurismo […]

  5. […] esforço da Escola de Pensamento Bimodal é o de introduzir o Futurismo Dedutivo para compreender o novo século, revendo a força que a […]

  6. […] O mapa de “Níveis para solução de problemas” faz parte dos Pilares Estruturantes da Escola de Pensamento Bimodal. […]

  7. […] O conceito disrupção na forma como apresentamos aqui faz parte dos Pilares Estruturantes da Escola de Pensamento Bimodal. […]

  8. […] O conceito de “A macrocrise administrativa” faz parte dos Pilares Estruturantes da Escola de Pensamento Bimodal. […]

  9. […] O conceito de “A macrocrise administrativa” faz parte dos Pilares Estruturantes da Escola de Pensamento Bimodal. […]

  10. […] Nossa Escola de Pensamento Bimodal difere de várias maneiras da forma tradicional de ver o problema. Veja a diferença aqui. […]

  11. […] Escola de Pensamento Bimodal parte do Problema Matriz “Lidar melhor com o mundo digital” e colabora, assim, para que […]

  12. […] O conceito “Certeza Provisória” faz parte dos Pilares Filosóficos da Escola de Pensamento Bimodal. […]

  13. […] A atitude que considero melhor é a Certeza Provisória, um dos Pilares Filosóficos Estruturantes da Escola de Pensamento Bimodal. […]

  14. […] Eras Históricas, para a Escola de Pensamento Bimodal, são divididas pelo tempo das Mídias, tal a influência que estas exercem no […]

  15. […] A Curadoria só é possível de ser percebida se utilizamos o recurso do Futurismo Dedutivo, base conceitual da Escola de Penamento Bimodal. […]

  16. […] O conceito “Profissional de Inteligência Competitiva Bimodal” faz parte dos Pilares Estruturantes da Escola de Pensamento Bimodal. […]

  17. […] O conceito Mapa da Transformação Digital faz parte dos Pilares Metodológicos Estruturantes da Escola de Pensamento Bimodal. […]

  18. […] O conceito de Reflexão Emocional faz parte dos Pilares Filosóficos Estruturais da Escola de Pensamento Bimodal. […]

  19. […] falamos em Mídia aqui na Escola de Pensamento Bimodal estamos nos referindo a um aparato tecnológico, que é responsável por diversas demandas humanas […]

  20. […] O conceito Inflexão Cognitiva faz parte dos Pilares Teóricos Estruturantes da Escola de Pensamento Bimodal. […]

  21. […] conceito Big Bang Administrativo é um dos Pilares Teóricos da Escola de Pensamento Digital. Faz parte do que chamamos de Macro […]

  22. […] deste campo, a Escola de Pensamento Bimodal definiu alguns conceitos estruturantes, tais […]

  23. […] objetivo das Leituras Compartilhadas é o de oxigenar a Escola de Pensamento Bimodal com autores contemporâneos que abordam temas […]

  24. […] alinhamento do Abundância com a Escola de Pensamento Bimodal é a referência da Crise Demográfica, um tema que muitas vezes não aparece na maioria dos livros […]

  25. […] no texto de abertura, nossa missão aqui é alinhar, desalinhar ou realinhar com os conceitos da Escola de Pensamento Bimodal, de tal forma a aprimorar a visão de todos sobre o […]

  26. […] Escola de Pensamento Digital Bimodal está aí justamente para isso: sair do MIMIMI e trazer conceitos mais eficazes para se pensar e […]

  27. […] O tema da Razão Impossível é um que estou trabalhando com os formandos no Módulo Intermediário da Formação Bimodal da Escola de Pensamento Bimodal. […]

  28. […] esforço da Escola de Pensamento Digital Bimodal é o de sofisticar as análises e permitir diagnosticar a Era Digital na sua verdadeira […]

  29. […] Futurismo Dedutivo, obviamente, permite que surja diferentes Escolas de Pensamento. A Escola de Pensamento Bimodal, reavalia o poder das tecnologias na sociedade e da mídia em […]

  30. […] O conceito Futurismo Dedutivo Bimodal é um dos pilares das Ciências Emergentes criadas para compreender a Era Digital, que denominamos Futurismo presente entre os tantos da Escola de Pensamento Digital Bimodal. […]

  31. […] O conceito Futurismo Tecnológico faz parte das Ciência Emergentes denominada Futurismo pela Escola de Pensamento Digital Bimodal. […]

  32. […] da Competitividade é um dos conceitos estruturantes da Ciência Emergente trabalhada na Escola que denominamos de […]

  33. […] Mapa da Competitividade é um dos conceitos estruturantes da Ciência Emergente trabalhada na Escola que denominamos de […]

  34. […] pensamos Futurismo aqui na Escola, imaginamos um Futurismo aplicado, pois o nosso conceito de Ciência é de […]

  35. […] Lévy, um dos inspiradores da nossa Escola, no livro Cibercultura, ao falar da Era Digital, situa como um Fenômeno Social Recorrente, que é […]

  36. […] a todos os seguidores da Escola, que leiam o livro Cibercultura do Pierre Lévy e depois o meu Administração 3.0 para perceber a […]

  37. […] O conceito “Revoluções Midiáticas Civilizacionais ” faz parte dos Pilares Estruturantes da Escola de Pensamento Bimodal. […]

  38. […] pensamos Futurismo aqui na Escola, imaginamos um Futurismo aplicado, pois o nosso conceito de Ciência é de […]

Leave a Reply

WhatsApp chat