Feed on
Posts
Comments

Category Archive for 'Web 2.0 e etc…'

Teorias são ferramentas de diagnóstico. Permitem analisar cenário para que organizações e pessoas possam tomar decisões estratégicas/competitivas com mais eficácia. Teorias procuram mapear o embate entre forças ativas da sociedade/ mercado e apontar prováveis desdobramentos, através de cenários mais consistentes. São, portanto, em futuro disruptivo, fundamentais para criar estratégias e metodologias eficazes. melhorando taxa de […]

Read Full Post »

O objetivo aqui é descrever meu novo serviço de Curadoria Estratégica na área de aprendizado. Visa debater o futuro do aprendizado no país para milênio mais povoado, globalizado, digital, complexo e inovador. Vejamos. Curadoria é a atividade de coordenar debate sobre determinado problema. É ação que visa incentivar alterações de mentalidade de determinado ponto a […]

Read Full Post »

Qual é o teu problema?

Se você quer estudar para conhecer algo é muito importante que escolha um problema. Um problema, mais do que um assunto, vai lhe permitir criar caminho de conhecimento mais independente. Todo problema gera sofrimento a alguém. E este alguém é teu cliente, que espera que você lhe ajude a resolvê-lo da melhor maneira possível. O […]

Read Full Post »

Toda cosmovisão social, aonde se inclui também as religiões, se inicia por algum filósofo. Filósofos lidam com os macro-temas humanos, que são traduzidos e adaptados para as teorias e metodologias, com forte influência na sociedade. O que estamos descobrindo agora é que, antes dos filósofos, temos macro-tendências mídia e demográficas sobre as quais os filósofos […]

Read Full Post »

Criadores e repetidores se ajudam na produção do conhecimento. Cada um com uma função específica na sociedade. O criador é original. Sugere novas maneiras de pensar e agir sobre determinado problema. Já o repetidor apresenta maneiras de pensar e agir criadas por outros. Faz histórico do problema. O repetidor procura debates acumulados e sobre estes os criadores […]

Read Full Post »

Cada época, um desafio

Nenhum pensador do passado, já falecido, pode ser avaliado pela maneira de pensar de hoje. Todo pensador recebe herança sobre a qual se debruça, vê inconsistências e colabora para melhorar, a partir da sua capacidade de refletir de forma mais eficaz sobre os problemas escolhidos. Um pensador pratica a oposição ao pensamento dominante da sua […]

Read Full Post »

Capacidade de reflexão

Existe o que vou chamar de taxa de capacidade de reflexão. Refletimos sobre o que vivenciamos. Só é possível refletir sobre o próprio pensamento. Tudo que pensamos sobre o mundo é passível de revisão. Para isso, é preciso criar um espaço de percepção sobre a própria percepção. Há alguns macetes: 1) escolher um problema para […]

Read Full Post »

Lideranças líquidas

No futuro, teremos líderes, porém com muito mais meritocracia. Hoje, temos autoridades que se tornaram líderes por falta de mobilidade e transparência social. São mais autoridades do que líderes. Numa sociedade mais informada, teremos líderes mais contextuais, por menos tempo. Lideranças mais permanentes terão que ter algo muito relevante a dizer para muita gente. 

Read Full Post »

Mente empreendedora

Uma mente empreendedora escolhe problemas que geram desconforto. Uma mente empreendedora visa reduzir o desconforto na sociedade. Uma mente empreendedora aprende a melhorar a forma de pensar e agir diante dos problemas dos clientes. Uma mente empreendedora caça pessoas que possam ajudar a pensar e agir melhor. Uma mente empreendedora aprende principalmente com seu cliente, […]

Read Full Post »

O gato de Platão

O gato de Platão (se é que ele teve um) é muito parecido com o o da vizinha, pois a essência felina se manteve no tempo, com poucas variações naquilo que vemos, as substâncias. Do ponto de vista da essência do ser humano na Grécia, estávamos já lá, mesmo sem saber, impactados pela demografia, pelas […]

Read Full Post »

Novas verdades

Mudanças de mídia afetam a topologia das relações, que serão mais ou menos vertical. Mais ou menos horizontal, conforme a topologia da mídia. Uma mídia centralizadora fortalece com o tempo a verdade organizacional, pois a produção de conhecimento será feita, através de organizações, que têm recursos para publicar (tornar público). Assim, as regras de publicação, os […]

Read Full Post »

A verdade é individual

Cada um tem a sua, mas é preciso ter cuidado. A verdade é ferramenta para se obter  felicidade individual e coletiva. A verdade foi feita para ser testada na vida.  Não existe portanto verdade definitiva, mas verdade provisória a ser testada. Temos versões de verdades, como se fossem softwares. A sociedade é feita do somatório […]

Read Full Post »

Homo Deus #1

(Lendo o livro do Harari) Há algo no livro Sapiens que me deixou intrigado. E me trouxe para seu segundo livro. Ele diz lá que ainda não temos, enquanto humanidade um propósito. Neste segundo livro, Harari se esforça para falar de “agenda da humanidade”. A questão, antes do debate de qual é a agenda, é […]

Read Full Post »

Taxas de liberdade

Podemos dizer que a caminhada humanase caracteriza pelo aumento demográfico. Que gera complexidade. Que cria problemas administrativos. Que gera demandas de descentralização dos problemas, através do aumento da taxa de liberdade individual. Quanto mais sapiens houver no planeta, mais liberdade cada indivíduo terá que ter para ajudar a lidar com o aumento de complexidade.  

Read Full Post »

Porque conhecemos? Para resolver problemas de todos os tipos e viver melhor. Cada humano, mesmo um bebê na barriga da mãe já está vivendo o duelo entre problema/solução. O conhecimento humano, se pensarmos de forma coletiva, é o conjunto acumulado de problema/solução praticado por sete bilhões de pessoas, milhares de vezes ao dia, todos os […]

Read Full Post »

Tecno-ambiente

O Sapiens não controla tudo. Assim, estrategistas precisam criar taxas de forças: as mais ou menos controláveis. Existem entre as forças menos controláveis os movimentos coletivos. Aumentos demográficos são movimentos coletivos de difícil controle, pois não se pode fazer nada quando homens e mulheres querem procriar. Aumentos demográficos ampliam as taxas de complexidade com várias […]

Read Full Post »

A missão do futurista

Todos temos alguma percepção sobre o futuro individual ou coletiva, a partir de crenças, cosmovisões, temperamentos, qualidade do debate que temos sobre o que virá. A percepção sobre o futuro define a tomada de decisão no presente. O futuro pode ser algo abstrato e intangível, mas a nossa percepção sobre ele, não. Podemos dizer, assim, […]

Read Full Post »

Ninguém define como pessoas vão usar tecnologias. A maior parte das tecnologias são abertas em relação à ideia original dos seus criadores. Assim, tecnologias, em boa medida, têm  vôo próprio entre criação e uso. As tecnologias cognitivas muito mais, pois são estruturantes da espécie. São utilizadas boa parte do dia, por muita gente. São, diferentes […]

Read Full Post »

Criação de novas mentalidades hegemônicas é debate de nível muito abstrato, macro-histórico que exige tipo de cérebro e formação específica, que envolve filosofia e história. É preciso analisar as bases, raízes, da mentalidade hegemônica anterior para: Separar o que é estrutural e o que era conjuntural; O que se manterá e o que se fará […]

Read Full Post »

O novo cenário não é complicado.  É diferente. Vai contra algumas certezas dos livros escolares que tínhamos sobre o ser humano, como a história se move e o papel que exercem as tecnologias e a demografia. E as rupturas necessárias que temos que fazer na forma como nos organizamos, quando vamos aumentando a complexidade. Depois […]

Read Full Post »

Somos tão imprevisíveis?

  O papel de um cenarista é reduzir a imprevisibilidade do futuro. Analisando, inicialmente, o que é mais previsível para começar a fazer os cálculos de futuro.kkk Juh Podemos dizer que em qualqjuer futuro teremos cada sapiens comendo, bebendo, indo ao banheiro, etc e tal todos os dias. Isso é previsível? Se não houver mudanças […]

Read Full Post »

A crise do Instagram

A crise do Instagram A base da administração 3.0 é a reputação digital, através de conjunto grande de indicadores. É a reputação digital que permite o Uber “matar” os gerentes, ganhar escala e ser exponencial. Passageiros e motoristas se auto-fiscalizam pelo mérito de cada um em ser útil e não hostil à comunidade. O objetivo […]

Read Full Post »

​A crise da curadoria

A crise da curadoria Mal começou a andar e a Curadoria já está em crise.   Vemos isso no Uber e no Instagram ao não levarem a sério a reputação digital. Tenho dito que mudanças de mídia provocam mudanças de hábito, mas não mudam mentalidades. Mudanças de mentalidade precisam de revisões filosóficas, muita reflexão e […]

Read Full Post »

Nepô de casa nova

Você que é cliente antigo pode estar estranhando. O blog agora é uma parte da empresa Nepomuceno – Empreendedorismo, Inovação & Futuro. Separei a parte comercial da produção de conteúdo. Poderá entrar no novo site nepo.com.br para conhecer. O blog continua vivo e igual. É o meu espaço para colocar as últimas reflexões.

Read Full Post »

A ciência atual é filha da escrita. A 3.0 será da linguagem dos cliques. A ciência atual, para lidar com a complexidade, se fechou nela mesma. Vive também o corporativismo tóxico como as demais organizações tradicionais. É mudança macro-histórica de modelo. O conceito de qualidade se altera. Não teremos mais apenas a validação pelos pares. […]

Read Full Post »

Futurologia equivocada: o erro estratégico grosseiro que estamos cometendo! O futuro pode ser incremental ou disruptivo. Quando hiper-forças entram em movimento, ele se torna disruptivo. Hiper-forças são ecológicas, tecnológicas e demográficas. Nossa maneira de pensar o futuro é sempre incremental. O ser humano vive na micro-história. Hiper-forças são movimentos macro-históricos. As ferramentas de análise de […]

Read Full Post »

Topologia de Poder

A topologia de poder é a forma que decidimos sobre problemas coletivos. Muda com o contexto. Forças que interferem: Mídia; Autonomia individual (racional e emocional); Demografia. Aumentos demográficos tendem à concentração de poder. Só há descentralização de poder quando surgem mídias descentralizadoras. Mídias descentralizadoras favorecem a autonomia individual.

Read Full Post »

Síntese da mensagem da palestra de Nepomuceno no ABRHRJ 2017, no dia 06/06/17. Assumir a crise da mentalidade; se dedicar a compreender a revolução civilizacional; entender que o modelo das organizações atuais não vai sobreviver e compreender o novo modelo; deixar de ser operacional e passar a estratégico, bem como, procurar menos a inovação incremental […]

Read Full Post »

Mentalidades são filhas dos macro contextos. Quando temos rupturas radicais nos macro contextos, mentalidades de plantão ficam obsoletas, entram em crise e pedem revisões filosóficas. Mentalidades entram em crise por alguns fatores:  Ecologia – mudanças no meio ambiente; Demografia – que define a taxa de complexidade e, com ela, as demandas; Tecnologias – que nos […]

Read Full Post »

Mentalidades ficam obsoletas!

Mentalidades ficam obsoletas! Toda mentalidade, sim,  é filha de visão filosófica. Visões filosóficas são produtoras de mentalidades, que geram nossas formas de pensar e agir no mundo. Quando a vida não é mais compreendida e nem controlada vivemos uma crise de mentalidade. Mentalidades ficam obsoletas! É preciso rever as bases da mentalidade, através de revisão […]

Read Full Post »

Nós vivemos dentro de ecossistema que têm regras. Nós vivemos dentro de sistema tecno-cultural que têm regras. Nos controlamos individualmente e coletivamente parte disso e temos que aceitar o descontrole da outra parte. Há uma onipotência humana de achar muitas vezes que controla tudo.

Read Full Post »

Toda a produção de conhecimento que não está voltada para problemas corre enorme risco de se perder. Problemas permitem gerar soluções. E soluções podem ser testadas diante de problemas. Podemos definir problemas como tudo aquilo que causa infelicidade ou menos felicidade para as pessoas. Pessoas querem ser mais felizes e reduzir o que lhe traz […]

Read Full Post »

A felicidade dos inquietos é mais complexa A inquietude não se explica. A pessoa é curiosa, inquieta, gosta de desafios, mudanças. Nem todo mundo é inquieto, mas tem muitos inquietos que estão por aí, infelizes. O inquieto, em geral, tem muitas habilidades, talentos, o que torna mais difícil achar um problema. O inquieto tem facilidade […]

Read Full Post »

A ciência não pode ser feita pela lógica do marketing.  Este é o principal problema estratégico dos tempos atuais. O marketing aposta no senso comum, a ciência no incomum.  A ciência é algo de longo prazo e o marketing de curto. A ciência e o marketing têm funções próprias, dignas, e distintas. A ciência é […]

Read Full Post »

O conceito da sociedade da abundância me parece frágil Hoje, se tornou comum inventar adjetivos para a sociedade futura: informação, conhecimento, da abundância, exponencial. Tais adjetivos têm consequências, pois criam cenário estratégico. E deste rumamos para projetos e metodologias estratégicas. O que nos leva a resultados no mercado, pois organizações precisam de cenários eficazes para […]

Read Full Post »

​A startupização das pessoas

A startupização das pessoas O marketing permite a tradução “mercadando”. Fazendo negócios no mercado. Se relacionando com as coisas e pessoas do mercado. E o que é o mercado? Espaço em que pessoas trocam demandas e ofertas. No fundo, o mercado é ambiente de troca de produtos e serviços entre pessoas. Que pode, ou não […]

Read Full Post »

A sociedade precisa validar processos e pessoas para sobreviver. Isso é estruturante na espécie. Isso é a garantia do que podemos chamar de “qualidade” na solução de problemas. Podemos dizer que isso é processo de certificação da qualidade. Vale para tudo. Hoje, organizações contratam baseadas nas certificações educacionais. E produzem produtos e serviços pelos quais […]

Read Full Post »

1* Cisnes Negros são fatos inesperados, que alteram a continuidade do cenário e provocam rápida ruptura, sem volta; 2* Cisnes Negros devem sempre estar no radar dos estrategistas como possibilidade, mesmo que remota; 3* O estrategista pode prever a chance de surgir cisnes negros, analisando a fragilidade da sustentação do cenário; 4* A impopularidade, a […]

Read Full Post »

Percepção e felicidade

Existe relação entre percepção e felicidade.  Muitos dizem que só os ignorantes são felizes, mas nem todo mundo é feliz na ignorância. Existe demanda de percepção mais apurada, que traz para alguns felicidade. Conhecer mais é um parâmetro para muitos de felicidade. 

Read Full Post »

Só se pode estudar o futuro, a partir do estudo das forças.  Forças são movimentos de seres vivos em expansão ou retração. Seres vivos querem continuar vivos e se perpetuar.  A principal força, para iniciar qualquer cenário, é, assim, a da sobrevivência e perpetuação. Tudo que atrapalhar a sobrevivência e perpetuação será, com o tempo […]

Read Full Post »

Toda vez que se viaja na maionese sobre o futuro, pode apostar: se esquece do lado animal humano, que precisa encher ” o tanque” três vezes ao dia. Precisamos gerenciar melhor processos e pessoas para produzir mais com menos. Teremos nova escassez e nova abundância.

Read Full Post »

Lendo o livro “Organizações exponenciais” consolido que nem sempre  tema inovador utiliza métodos de pesquisa e análise inovadoras. Uma coisa não puxa naturalmente outra. Toda a pesquisa feita se baseou em conversas e análises das pessoas que estão vivendo e impulsionando as mudanças. Muito bom. Mas quem disse que quem vive a mudança entende o […]

Read Full Post »

Hoje, vivemos a tentativa de nos libertar das organizações. Há nova camada em direção ao empoderamento dos indivíduos que querem viver (e se vender) diretamente da e na Internet. E isso demanda nova maturidade, pois cada pessoa passa a ser a sua própria marca. A pensar seu próprio marketing. E se libertar de uma mentalidade […]

Read Full Post »

A ideia romântica de uma Internet totalmente sem marketing morreu para quem precisa financeiramente dela para viver. No fundo, o que havia era um marketing primitivo (talvez infantil), no qual se fantasiava que bastava colocar algo interessante e os clientes entrariam pela janela.  O marketing digital evoluiu no mundo e no Brasil e trouxe outro […]

Read Full Post »

Mentalidade é o resultado de longo esforço humano para viver com a melhor qualidade de vida a cada contexto ecológico, demográfico e tecnológico. Cada um tem a sua, mas existe certa similaridade entre as existentes, que caracterizam uma época. Mentalidades ficam obsoletas, pois existem mudanças na sociedade que não partem da mentalidade para fora, mas […]

Read Full Post »

Toda tecnologia cria hábito. E o hábito, mentalidade. A mentalidade permanece, quando surge nova tecnologia similar. Por tendência, se usa furadeira como martelo, pois a mentalidade não consegue ser atualizada na velocidade da tecnologia. Hoje, novas tecnologias digitais estão promovendo a reintermediação do controle e da qualidade. É algo profundo e inédito em tempos  recentes. […]

Read Full Post »

As forças desconhecidas

O principal problema dos estrategistas no novo milênio é a incapacidade de rever o peso de duas forças no macro-cenário: A hiper-força da complexidade demográfica progressiva; A super-força das revoluções da comunicação. Do ponto de vista sistêmico de médio e longo prazo, são as forças que mais modificarão o cenário nas próximas décadas. Complexidade demográfica […]

Read Full Post »

Existem algumas tecnologias meios relevantes. (Se lembrar de outras me aponte): Transporte – roda, barco a vapor, avião, foguetes. Quando surgem permitem que se faça o deslocamento de cargas e de pessoas, criando  nova era de mobilidade; Energia – a vapor, a gás, elétrica, solar, ventos, marés. Permite a criação de novas tecnologias agregadas, que […]

Read Full Post »

(O título foi sugerido por Paulo Faveret) A grande novidade da Revolução Civilizacional Digital em curso é a nova forma de controle de processos e pessoas. Vemos isso no Uber e afins. A nova linguagem dos cliques (a terceira criada pelo Sapiens: gestos, palavras e cliques) permite que se possa administrar com a redução radical […]

Read Full Post »

Fatos são consequências de fenômenos. Fatos se repetem de forma muito diferente e aleatória. São de difícil previsão. Fenômenos já são mais frequentes no tempo. Teorias consistentes não analisam fatos, mas fenômenos. O estudo do conjunto de fenômenos formam campos de estudo, que analisam os problemas que provocam e as alternativas para lidar com eles. […]

Read Full Post »

A inovação 3.0 é metodologia desenvolvida pelo professor, doutor e consultor Carlos Nepomuceno com seus alunos e clientes, nos últimos 20 anos. A metodologia tem como fundamento filosófico a revisão da relação entre tecnologia e cultura, estudo sobre  mudanças da comunicação e demografia na macro-história e respectiva influência na sociedade. E, por fim,  método de inovação […]

Read Full Post »

Vivemos a revolução do consumo. O consumidor/cidadão adotou-com gosto, nova forma de comunicação e recebeu de braços abertos às organizações 3.0 – aquelas que permitem avaliação pelo cliente e punição pela plataforma dos fornecedores de baixa qualidade. Uma revolução civilizacional provocada por chegada de nova mídia descentralizadora tem disso. A sociedade muda antes das organizações […]

Read Full Post »

Transplante do fígado 2.0

Talvez, possamos dizer que nossos medos mais profundos estão no fígado. Lá, definimos o que nos deixa confiantes e seguros. Revoluções Civilizacionais – como a que estamos vivendo – promovem mudanças profundas na sociedade. Que provocam medo no fígado. Lá estão: A forma de controle de pessoas e processos; Nosso critério de qualidade; E nossa […]

Read Full Post »

Uberizar não é continuidade, mas rompimento planejado. Por isso, há tanta crise no mercado. Novas tecnologias de comunicação têm o poder de mudar os modelos de administração das organizações. Haverá mudança radical em todas as organizações sociais: produtivas, políticas, educacionais, etc. Novas tecnologias de comunicação têm o poder de criar nova fase civilizacional. Assim, não […]

Read Full Post »

O olhar viciado

Nosso olhar, como nós, se habitua. O cérebro adora rotina para poder se acalmar. O olhar também se acostuma, se vicia. Vivemos num círculo vicioso do mesmo. Olhamos e vemos o que nos habituamos. A arte visual tem essa missão: provocar a “desabituação”. Primeiro, é o artista que se desabitua seu olhar. Domina a ferramenta […]

Read Full Post »

O que é uma teoria?

Teorias estudam fenômenos recorrentes. Analisam na história eventos similares, procuram causas e consequências e possíveis métodos para compreender e agir diante de determinado fenômeno. Uma opinião é diferente de uma teoria, pois uma opinião é resultado de análise de um dos sintomas de  determinado fenômeno. Uma teoria é algo mais abrangente, pois pretende reunir um conjunto […]

Read Full Post »

Muita gente diz que a dicotomia esquerda/ direita já era. Não era, enquanto não sofisticarmos os conceitos e colocar algo no lugar que expresse bem melhores posições políticas na sociedade. Parece claro que do ponto de vista filosófico temos: Destinistas – aqueles que acreditam o futuro é fechado e que sabem para onde caminha a […]

Read Full Post »

Pode ser a sociedade humana que for, o regime que for, o modelo que for, mas aonde tiver um Sapiens haverá demandas obrigatórias. Haverá a necessidade de banheiros, pratos de comida, água, sem falar no resto com o tempo. Assim, se quisermos entender o ser humano sem mi-mi-mi é preciso colocá-lo com um animal antes […]

Read Full Post »

Agora temos uma nova palavra da moda no mercado: Business Transformation ou Business Digital Transformation. Que tem a sigla BDT ou BT. O mercado sente problemas e precisa de metodologias salvadoras. Podemos dizer que Qualidade Total, Gestão do Conhecimento e Big Data são algumas delas. Ou seja, o mercado quer ouvir e procura profissionais que digam […]

Read Full Post »

As três ondas da Revolução Digital Pós-escrito do livro “Administração 3.0: a uberização dos negócios” – leia antes e pague depois, baixe aqui: http://tinyurl.com/cadcertipdfs Podemos analisar três ondas distintas no caminho da Revolução Digital na sociedade. Primeira onda – a massificação tecnológica; Segunda onda – a descentralização; Terceira onda – a robotização. A descentralização é o processo […]

Read Full Post »

Livros antigos

Livros mais antigos: E-books em produção Segundo Semestre:   E-books primeiro semestre (Formato Epub – pagos entenda por que custam):    

Read Full Post »

Regras teóricas

Segue abaixo algumas “leis”, a partir da Antropologia Cognitiva: Relação de causa e efeito: Quanto maior for a Complexidade Demográfica, mais sofisticada tecnologicamente terá que ser a Governança da Espécie – 25/04/2014; Mudanças radicais nas Tecnologias Cognitivas significam mudanças radicais na Governança da Espécie – 25/04/2014; Se taxa de inovação é baixa, tenderemos ao ensino de assuntos; E […]

Read Full Post »

Não, não quero Rolex!

Abre-se o Estadão no celular e lá vem a propaganda de Rolex. A crise da mídia tradicional é justamente esta. É uma mídia de massa com anúncios de massa. O futuro aponta para uma mídia de missa para anúncios de missa. Eu quero consumir agora algo de fotos para pássaros, como coloquei na pesquisa do Google ontem […]

Read Full Post »

Vamos ao português? Manipular, mexer algo com as mãos. Informar colocar algo em determinado formato. Há uma ação humana que vai da sensação, para a emoção e desta para a reflexão em cima das outras duas. Há códigos que precisam ser usados para haver a expressão de alguém para os demais. Ninguém expressa emoção pura, […]

Read Full Post »

O medo da morte é o temor principal da espécie. Somos a única do planeta que sabe que vai morrer. O boi no pasto talvez seja mais meditativo e zen por causa disso. Se o ser humano se tornasse imortal, por hipótese, haveria uma radical mudança no consumo de religiões. As organizações religiosas perderiam importantes […]

Read Full Post »

Conhecimento é gerado por um duelo individual entre a intuição e a codificação. A intuição é a emoção já parcialmente refletida, mas ainda pré-codificada. Ver mais aqui: Razão é emoção refletida. As camadas da percepção. from Carlos Nepomuceno A intuição é algo que não consegue ser refletido, mas está quase lá. Não existe reflexão sem códigos; […]

Read Full Post »

O caráter é líquido. Não é sólido. O caráter é um espaço interior lapidado pelas escolhas éticas diante das opções morais existentes. O caráter não é formado pelas escolha do que é legal. O legal é uma moral redigida. O caráter é mais moral quando rejeita a opção mesmo sendo legal, mas considerada anti-ética. O […]

Read Full Post »

Não há teoria que não seja voltada para revolver um problema. O estudo de algo que não está focado em problema ou é ciência das curiosidades ou atividade artística. Ou hobbie. Toda teoria tem embutida uma filosofia específica. A filosofia de uma teoria é uma filosofia do problema. Ou uma filosofia de nicho ou sub-filosofia. […]

Read Full Post »

Picos demográficos provocam centralização de mídia e sua consequência mais imediata é uma redução gradual da capacidade de reflexão dos indivíduos. É preciso para massificar a produção, reduzir a diversidade de consumo. Os indivíduos passam a ficar mais dependentes de terceiros para julgar se algo que está sendo dito faz mais ou menos sentido. Há […]

Read Full Post »

A ciência é feita a partir da capacidade de validação de suas hipóteses. Só há duas formas de testar hipóteses, através de intenso diálogo: –  Antes do teste prático-para “caçar” contradições; –  Depois do teste prático, a partir dos fatos. (Hipóteses que não podem ser testadas não são científicas.) A ciência é feita dentro de […]

Read Full Post »

Older Posts »